Estudo em Pós-Graduação no MERCOSUL: Uma Experiência de Crescimento Pessoal, Educacional, Cultural e Científico

0
1139
DOI: ESTE ARTIGO AINDA NÃO POSSUI DOI SOLICITAR AGORA!
PDF

SILVA, Geová Alves da [1]

SILVA, Geová Alves da. Estudo em Pós-Graduação no MERCOSUL: Uma Experiência de Crescimento Pessoal, Educacional, Cultural e Científico. Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento. Ano 1. Vol. 12. Pp 101-111 dezembro de 2016. ISSN:2448-0959

RESUMO

Este estudo o objetivo é descrever a experiência discente ao integrar um programa de estudo  do MERCOSUL, durante a Pós-Graduação Ciências da Educação. Trata-se de relato da vivência acadêmica no Paraguai, na Universidade Americana. A experiência do estudo realizada no período de dois anos possibilitou a aquisição de novos conhecimentos científicos, educacionais e culturais, inclusive inovações de tecnologias em Educação, desenvolvimento de pesquisa e vínculos acadêmicos. Como contribuição espera-se estimular e intensificar a mobilidade internacional especialmente no âmbito da pós-graduação, considerando a sua importância para o aperfeiçoamento da formação Científica e a excelência no ensino de Pós-Graduação no MERCOSUL nas pesquisas científicas, educacionais e culturais no exterior.

Palavras-Chave: Experiência, Estudantes de Pós-Graduação, Cultura, Educação.

INTRODUÇÃO

Um conceito simples aproxima a palavra Experiência: Em seu sentido geral, a experiência é um conhecimento espontâneo ou vivido, adquirido pelo indivíduo ao longo da vida. Ela aparece em relação à vida corrente (dizemos: “homem de experiência”) ou em relação com a teoria do conhecimento. Para o empirismo, todo o conhecimento deriva da experiência. Para o racionalismo, ao contrário, a experiência nada nos ensina, pois é aquilo que precisa ser explicado, não havendo experiência que não esteja impregnada de teoria.

  1. Em seu sentido técnico, experiência é a ação de observar ou de experimentar com a finalidade de formar ou de controlar uma hipótese. Assim, a experiência (no sentido de experiment) é o fato de provocar, partindo de condições bem determinadas, uma observação tal que o seu resultado seja apto a fazer conhecer a natureza do fenômeno estudado.
  2.  Conceitos: “A experiência é um princípio que me instrui sobre as diversas conjunções dos objetos no passado” (Hume). “Nenhum conhecimentoa priorinos é possível senão o de objetos de uma experiência possível”; “A experiência é um conhecimento empírico, isto é, um conhecimento que determina objetos por percepções” (Kant) (1)

Nessa perspectiva, experiências desse tipo são extremamente relevantes já que agregam valores ao crescimento profissional e pessoal. Contudo é necessário estar preparado, pois a iniciativa requer muita paciência, abnegação e capacidade de contornar os imprevistos, a distância de familiares e amigos; as variantes culturais, de clima, de hábitos e de valores. A Pós-Graduação permite proveito e vantagens que vão além do aprendizado, mas também no desenvolvimento psicológico, autoconfiança, amadurecimento, independência, capacidade de relacionar-se e, sentir-se ‘um cidadão do mundo’. Os programas do MERCOSUL buscam promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência e da inovação técnico-científica. É uma oportunidade de conhecer novas culturas, sistemas políticos e organizações sociais, aprender, aprimorar e/ou conhecer as variantes lingüísticas de um novo idioma. Entre as inúmeras metas destes programas destaca-se a necessidade de investir na formação de pessoal altamente qualificado nas competências e habilidades necessárias para o avanço da sociedade do conhecimento; aumentar a presença de pesquisadores e estudantes de vários níveis em instituições de excelência no exterior e promover a inserção internacional das instituições brasileiras pela abertura de oportunidades semelhantes para cientistas e estudantes estrangeiros (2)

Diante do exposto, o objetivo deste relato é descrever a experiência discente durante mobilidade em um programa de Mestrado e Doutorado em Ciências da Educação no Paraguai. Ressaltam-se as atividades realizadas, vivências pessoais, contatos científicos e atividades desenvolvidas no período de realização deste estudo.

RELATO DA EXPERIÊNCIA

Trata-se de um relato de experiência discente durante mobilidade de Pós-Graduação no Paraguai, viabilizado por meio do Instituto IDEIA O estudo foi realizado na modalidade de Pós-Graduação, através do Programa Acordo Bilateral entre Brasil e MERCOSUL. O MERCOSUL ocupa um lugar de destaque na política externa do Brasil e representa muito mais que um acordo comercial. Além dos êxitos já obtidos na área econômica, há também um processo de integração política e cultural historicamente importante para os povos sul-americanos, que envolve tanto os governos da Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai, quanto à sociedade civil dos países-membros e seus associados.

É importante ressaltar que este processo de integração possibilitará uma melhoria na qualidade de vida de toda a população do Bloco, o que torna essencial a busca por uma integração mais competitiva. É interessante para o Brasil um MERCOSUL forte, que possa fazer frente a um mundo marcado por grandes espaços econômicos, onde o progresso técnico é primordial para o sucesso de planos de investimento e para o desenvolvimento sustentável.

Neste contexto, a cooperação técnica entre os Países Partes do MERCOSUL desempenha um papel crucial, pois favorece tanto a troca de conhecimentos já existentes, quanto o desenvolvimento conjunto de novas técnicas, nas mais diversas áreas de interesse do Bloco.

A cooperação técnica contribui diretamente para o cumprimento de dois objetivos específicos do MERCOSUL:

1) promover de modo coordenado o desenvolvimento científico e tecnológico dos Países Partes;
2) aumentar e diversificar a oferta de bens e serviços com padrões comuns de qualidade, segundo normas internacionais.

Desta forma, a troca de expertise entre os Países partes do MERCOSUL, além de favorecer um desenvolvimento técnico-científico conjunto, contribui para a padronização e harmonização de normas técnicas e procedimentos, fatores esses que vêm facilitar tanto para Educação e Cultura, pessoas e serviços dentro do Bloco, promovendo, assim, a real integração socioeducacional e sociocultural.

O Estudo começou a ser pensado após contatar e conhecer verbalmente as experiências de estudantes que já haviam passado por este mundo de oportunidades, percebendo-se o quanto uma mobilidade desde estudo capacita estudantes para a vida pessoal, social e profissional.

As matrículas para os Cursos de Pós Graduação foram realizadas pelo INSTITUTO IDEIA, que disponibiliza recepção no aeroporto de Assunção, na chegada; Oferece o link específico para os alunos, com informações diversas, oferece vasta rede de hotéis conveniados ou parceiros, com custo de diária diferenciado para alunos; disponibiliza total apoio operacional nas Universidades durante o período de aulas, com help desk e atendimento médico de emergência, oferece respostas a todas as perguntas e dúvidas formuladas em curto espaço de tempo; indica empresas parceiras especializadas na tramitação e legalização dos documentos dos alunos, com custo diferenciado.

As vantagens de estudar no Paraguai é que todos os trabalhos, avaliações, apresentações e defesas de dissertações e teses são efetuadas em português, tendo em vista ser uma das línguas oficiais do MERCOSUL. As universidades possuem modernas estruturas, incluindo salas de aulas refrigeradas e acesso à internet gratuita. Todos os cursos são reconhecidos pelo Ministério da Educação e pelo Conselho das Universidades da República do Paraguai, possuindo, assim, caráter totalmente legal. É o país onde há mais imigrantes brasileiros, ficando proporcionalmente atrás apenas dos Estados Unidos. Isso faz você se sentir num ambiente mais próprio.

As diárias na rede hoteleira, assim como a alimentação, são infinitamente mais baratas do que em qualquer local da Argentina. A moeda vale em torno de 1.500 guaranis (moeda oficial do Paraguai / valor de referência de janeiro de 2016), facilitando significativamente a vida dos estudantes em termos de mensalidades do curso e de despesas locais. Assunção é uma cidade moderna e com uma população amiga e hospitaleira, com uma forte carga histórica e uma ampla diversidade cultural, além de um centro comercial, principalmente de eletro-eletrônicos, que favorece nas horas vagas o contato com o que há de mais moderno e a preços convidativos. Um estruturado policiamento urbano, durante todo o dia, faz você se sentir tranqüilo e seguro. Para aqueles que desejarem o deslocamento até Assunção pode ser feito por via terrestre, via Foz do Iguaçu. A relação diplomática, política e comercial Brasil-Paraguai são atualmente bastante consistentes e o Paraguai é país depositário dos Acordos do MERCOSUL.

Ademais, a escolha por estudar no Paraguai condiz à qualidade dos seus cursos, professores, instalações, área geográfica e cidade. Finalmente, a experiência, foi considerada uma oportunidade enriquecedora de trocas que favorecem a integração, inclusive transcultural. Aprendizagem, além de experiências vinculadas a traços sócio-históricos e culturais que se expressam nos modos de cuidar e acolher. A princípio, adentrar este país e universidade gerou muitas expectativas, ainda suscitou muitas dúvidas, principalmente pelo fato de estar praticando um novo idioma. Contudo, após ter vivido essa experiência, ficou a convicção de que não poderia ter escolhido e interações transculturais da academia, mobilidade esta que, infelizmente, a mídia televisiva pouco divulga, carecendo de maior publicidade acerca das experiências extramuros da academia, oportunizadas por essa importante e inovadora estratégia do ensino de Pós-Graduação. De modo enriquecedor, o estudo permitiu ampliar a visão do diferenciado ambiente sociocultural do país.

Nesse aspecto, convém destacar que O Paraguai recebe 280 454 visitantes por ano. Os números de visitantes aumentaram um por cento em 1990. O turismo é fraco — exceto quanto ao grande número de brasileiros e argentinos que cruzam a fronteira todos os dias para comprar, em Ciudad del Este, produtos eletrônicos originários do Extremo Oriente.

Assunção é uma cidade moderna e com uma população amiga e hospitaleira, com uma forte carga histórica e uma ampla diversidade cultural, além de um centro comercial, principalmente de eletro-eletrônicos, que favorece nas horas vagas o contato com o que há de mais moderno e a preços convidativos.

Sendo um país de características nacionais bastante acentuadas de música e folclore típicos, possui valioso potencial turístico. Algumas de suas atrações: o lago Ypacaraí, com os balneários de San Bernardino e Areguá; o Lago Ypoá; os saltos de Monday, Acaray, Guairá; as ruínas jesuíticas dos centros missionários de Trinidad, perto de Encarnación; o monumento ao marechal Solano Lopez e o panteão Nacional dos Heróis. Ainda constituem atrativo o festival de ñaduti, em Itauguá, onde é exposto esse tipo de renda fina feita à mão, vestidos de aho poí e artigos de madeira e de couro.

O curso de Pós-Graduação de Mestrado e Doutorado em Ciências da Educação, oferecido pela Universidade Americana de Assunção no Paraguai, visa à formação científica Educacional, técnica, humana e cultural do futuro dos Mestres e Doutores; visa interligar os pressupostos da educação, atuando na formação de docentes-pesquisadores habilitados a analisar e intervir nos sistemas educacionais em que estão inseridos. Objetivos do Curso: Produzir conhecimentos sobre educação, focalizando as políticas públicas educacionais, a gestão escolar e formação dos professores e o processo de ensino-aprendizagem realizado na Universidade; Refletir sobre as funções do uso da tecnologia no ensino superior analisando e avaliando as estratégias, técnicas e materiais desenvolvidos e utilizados pela tecnologia educacional; Propiciar ao educando conhecimentos pertinentes à Educação a Distância e novas técnicas e instrumentos de avaliação. O curso é realizado em módulos. Cada módulo é ofertado na sede da UA (Universidade Americana) com presença obrigatória.

A fase de estudos orientados e pesquisa são realizadas com orientação do corpo docente do curso e o aluno terá acesso aos conteúdos e orientações com apoio de ambiente acadêmico específico para o programa Stricto Sensu da UA. Os mestrandos e Doutorandos serão orientados durante o desenvolvimento da dissertação e tese por um docente ligado à sua área concentração de pesquisa.

O plano de pesquisa apresentado pelo aluno, após aprovado pelo orientador, é o documento norteador das atividades de pesquisa de mestrado e Doutorado. É através do processo de orientação, que o pesquisador pode dar, com segurança, os passos necessários para elaborar a coleta e análise dos dados. O ato de pesquisar passa desse modo, a ser um processo contínuo e colaborativo.

Destacamos que os orientadores são professores academicamente qualificados na área de pesquisa e estão aptos a ensinar as habilidades de pesquisa e de redação de teses e dissertações.  Para fazer jus ao título de Mestre ou Doutor cada cursista deverá comprovar a aquisição de novas competências e saberes que conjuguem o aprofundamento do conhecimento, da iniciativa de pesquisa e o desenvolvimento do pensamento científico e reflexivo acerca das questões educacionais e ter aprovação da banca de defesa de Dissertação de Mestrado ou Tese de Doutorado.

Em média, a duração dos cursos de Mestrado ou Doutorado é de dois anos e meio com 03 encontros em média de 12 a 20 dias com horário integral, sendo um ano e meio para conclusão das disciplinas presenciais, em janeiro, julho e janeiro, mais a defesa da dissertação ou da tese, conforme o grau, que pode ser elaborada e defendida em português. A UA possui um seleto grupo de professores doutores, brasileiros e de outros países, em sua maioria do MERCOSUL, são responsáveis por relevantes ações acadêmicas, identificadas com as exigências da modernidade.

O Programa envolve disciplinas, atividades de pesquisa, seminários e workshops, atividades dirigidas, participação em eventos científicos, leituras orientadas, orientação, Conferências, qualificação e dissertação /tese. Todos os trabalhos exigidos para efeito de avaliação são realizados e concluídos quando da permanência do aluno em Assunção.

O aluno tem que cursar as disciplinas curriculares para ter a carga horária mínima para integralização do curso. As disciplinas são ofertadas de acordo com a programação da UA e informada ao aluno pelo Instituto IDEIA com a publicação do calendário do curso a cada período letivo com as devidas orientações aos alunos no inicio do primeiro módulo do curso. O aluno terá que dispor de toda a documentação que lhe autorize a realizar um curso de pós-graduação em território paraguaio, devidamente chancelada pelo Itamarati e pelos respectivos Consulados. Providenciar, o Visto de Residência Temporário segundo legislação vigente no país e de realização do curso.

PENSAR, CONHECER E VIVER UM INTERCÂMBIO: TRANSCENDENDO A FORMAÇÃO TRADICIONAL

No âmbito da mobilidade estudante do MERCOSUL destacam-se três níveis de experiência que permitem dizer que valeu a pena ter desfrutado desta atividade: a vivência teórica e prática da educação no Paraguai; a integração em grupos de pesquisa; e a participação em congressos científicos. Em especial, a vivência teórica e prática da educação paraguaia possibilitaram conhecer semelhanças e diferenças desta área da educação, entre Brasil e Paraguai, pois apesar da não similaridade linguística, são nações de grande diferença na organização e distribuição dos programas e políticas da educação.

Também, no processo de agregação de conhecimentos através da mobilidade de ensino, é importante destacar as visitas técnicas, em grupo, realizadas pelos professores (as) da UA. Tais eventos permitiram desfrutar um mundo de histórias, acontecimento e organizações antigas.

Exemplo disto cita-se O Arquivo Nacional de Assunção (ANA), localizada na cidade de Assunção, no Paraguai, a qual é um Arquivo que guarda as histórias (documentos originais) mais antigas e ainda em funcionamento. Assim, integrar mesmo como expectador, esta cultura, é motivador, uma experiência que possibilita enxergar de forma diferente a história. Tais perspectivas corroboram que a experiência de estudo no Paraguai vem se apresentando como componente importante para a análise dos sistemas nacionais de educação.

Ainda, foi possível participar em atividades de educação e cultura junto a comunidades tradicionais, com visitas para observar sobre os hábitos culturais, questões sociais, trabalho e renda, perspectivas e desafios, além de atividades de integração e estímulo ao convício social e familiar setor de educação e cultura. Desenvolveram-se estes grupos por ocasião dos ensinos clínicos, que possibilitavam facultativamente aos estudantes a organização e desenvolvimento destas atividades. Por opção, decidi tornar os espaços culturais, lugares de discussões sobre temáticas relevantes aos sujeitos neles inseridos e, tais grupos foram vistos de forma positiva.

Nossa visita a Kamba Kua foi ao dia 12 de julho de 2012, o pesquisador foi acompanhado da Professora Dra. Marta Ayala, que nos apresentou o Senhor Lazaro Medina, guardião da cultura afro dos Kambas. Tivemos uma longa conversa sobre a história e cultura da comunidade, senhor Lazaro Medina que nos ofertou um DVD com apresentações de músicas, danças e toques instrumentais do grupo afro. Convidou seus vizinhos e parentes para que pudessem tocar os tambores em apresentação para nós. Ao chegar os instrumentistas (tocadores) fizeram uma fogueira para esquentar os couros dos instrumentos para que possam ficar mais afinados (o mesmo acontece nas comunidades afro-brasileiras – A IDENTIDADE PRESENTE).

Iniciaram-se as apresentações, tocaram por mais de uma hora, em alguns dos toques apresentados podemos observar a mesma sintonia musical, ritmo e cadência dos mesmos realizados nos Terreiros de Candomblé do Brasil, como: Os ritmos – Alujá para o Orixá Xangô, Jexá para Oxum, Opanijê para Obaluaiê e Omulu e Barra vento para Inhasã; definimos para eles que o som dos tambores nos deixa muitos próximos de nossas ancestralidades que às vezes não percebemos. É o Pan-africanismo presente por toda parte.

Os Kambas preservam uma rica tradição de percussão e dança afro paraguaio, do século 18. Afro-paraguaios em Kamba Kua sempre celebrou a festa de San Baltasar em 6 de janeiro com danças e toques de percussão, dançarinos e percussionistas que exercem a tradição através das gerações.

Emboscada é uma cidade moderna e bem cuidada de alguns 13,500 habitantes, de acordo com o censo de 2002. Embora, o censo Afro-paraguaio de 2007 relatou que cerca de 58% da população de Emboscada é de origem afro-colonial, há pouca consciência coletiva de afrodescendentes. Ativistas de Emboscada formaram uma organização de Afro descendentes com ligações Secretarias Municipal da cidade.

Este grupo teve como objetivo de recuperar as tradições e memórias culturais dos afro-paraguaios remanescentes, dentro da área urbana e rural de Emboscada, caracterizada por parques impecavelmente cuidados e cuidadosamente mantida, igrejas e monumentos construídos pelas mãos de negros que ali viveram. Na cidade há traços de identidades de afro descendentes que se destacam pela cultura preservada através dos tambores, cânticos, vestimentas, hábitos e costumes.

O Livro “Vozes e Testemunhos” de Dra. Ana de La Luz Cuellar – 2011 serviram-nos como grande guia e facilitador na pesquisa realizada em Emboscada. Dra. Ana de La luz, foi quem pela primeira vez conduziu-nos à cidade de Emboscada e nos apresentou na Administração Pública ao senhor Patrício Zarate, um afro-Paraguai que milita sobre as causas culturais dos afro descendentes de Emboscada atual guardião das culturas afro-paraguaia e fundador da Asociacion afrodescendientes de Emboscada, Fundado el 21 de Septiembre de 2003. Visitamos a igreja de San Solano na praça principal enfrente a Prefeitura e ali ouvimos algumas histórias da construção da igreja construída por escravos, da praça e como são realizadas as festas na cidade.

Partimos para outra comunidade onde existe uma associação de mulheres que trabalham com artesanatos e produções de ‘sombreiros’, mulheres que na maioria eram afros descendentes, auto astral, alegres e felizes que trabalham com materiais retirados da natureza como as folhas de coqueiros, sementes, pedaços de madeiras e etc…  Também ali ouvimos em suas falas, história de lutas e conquistas[2]. Neste mesmo local existe um grupo da cultura africana que cantam, dançam, tocam seus tambores (ensaiam) e se apresentam nas festas religiosas da cidade.

A nossa segunda visita a Emboscada foi com Dra. Professora Marta Ayala onde tive oportunidade de encontrar novamente o Senhor Patrício Zarate e enriquecer mais a nossa pesquisa.  Reforça-se a premissa de que, ao utilizarem-se lugares de contato com pessoas, pode-se estimular a educação, incluindo políticas públicas, ambientes apropriados, comprometidas com o desenvolvimento da solidariedade e da cidadania, envolvidas na melhoria da qualidade de vida e na promoção educacional e cultural.

PESQUISA NO EXTERIOR: FORTALECIMENTO DA INICIAÇÃO E INOVAÇÃO CIENTÍFICA

As atividades de produção de conhecimentos através de pesquisas foram desenvolvidas. A pesquisa objetivou analisar os paradigmas do pan-africanismo Brasil e Paraguai, Diáspora Africana e características socioculturais dos afros descendentes a partir dos sistemas educativo, cultural e religioso. O estudo foi realizado no Brasil e Paraguai. No Paraguai: Assunção, Emboscada, Kamba Kua e San Lorenzo. Baseado no modelo não experimental de tipo descritivo e abordagem qualitativa se descreveu fatos de eventos e experiências ocorridas durante os encontros. Quanto ao aspecto qualitativo, visualizou-se à construção da realidade com o recurso das ciências sociais tendo presente o universo de crenças, valores,

significados e outros construtos. Utilizou-se a modalidade etnográfica para compreender melhor o objeto de estudo. Assim podem-se esclarecer as múltiplas facetas em termos de comportamentos, ações, pensamentos e sentimentos, e a relação das diversas experiências espaços-temporais. Também foram aplicadas entrevistas – relatos orais, participante observação e visitas; ainda por meio de seminários, foros e pontos de culturas a respeito das comunidades tradicionais afros e a preservação de suas culturas. As representatividades abordadas foram escolhidas por fazerem parte marcante e por estar inserido na cultura popular Paraguai onde as duas comunidades são as maiores referencias. Algumas das amostras foram planejadas pelo pesquisador através de viagens aos locais. Outras foram casuais e intencionais, conforme a disponibilidade do pesquisador no período de janeiro de 2012 a agosto de 2013. A modalidade etnográfica auxiliou na construção e aplicação dos instrumentos.

Os resultados principais dos dados colhidos amostraram que esses povos exibem um amor incondicional a sua cultura e historia. Assim, esses dados evidenciaram que a vitalidade do Pan Africanismo Brasil e Paraguai permanecem num sincretismo sociocultural na Diáspora africana. Conclui-se que, ao percorrer os elementos que sustenta sócio-culturalmente estas comunidades, pode-se salientar a valorização de importantes dimensões da educação, cultura e saberem afro-religiosos. Revelou-se que o Brasil e Paraguai são países multirraciais e pluriétnico, onde os afros descendentes tem seu espaço e convivem num marco de respeito e aceitação.  Porem, eles ainda necessitam que sua identidade seja mais patente e categórica, tanto na expressão e reconhecimento pleno de sua dignidade como grupo cultural quanto a sua luta para conseguir uma presença mais real em todas as esferas da sociedade paraguaia.

Nesse sentido, torna-se fundamental destacar que, no percurso competitivo do mercado, associado às estratégias de construção de fronteiras entre as classes sociais, grupos       e categorias, produz um deslocamento na definição de competências e habilidades que possam representar um ganho nas trajetórias pessoais, escolares e profissionais. Em vista disso, todo tipo de atividade de desenvolvimento científico é relevante para fortalecer o conhecimento, mas também, para assegurar uma ascensão positiva no mercado de trabalho.

SOCIALIZAÇÃO CIENTÍFICA E APROXIMAÇÃO TEÓRICA: NOVOS SABERES NOS EVENTOS NO PARAGUAI

Além de todas as experiências citadas, aproveitar o estudo para divulgar as pesquisas produzidas na UA, torna-se uma oportunidade grandiosa para mostrar a cultura, os problemas de maior evidência e as políticas e ações desenvolvidas na perspectiva do trinômio: universidade, comunidade e serviços de educação no Paraguai. Considera-se que a participação e apresentação de trabalhos em congressos, simpósios ou em outros encontros científicos é importante, por ser uma oportunidade de ouvir críticas, sugestões e aperfeiçoar o trabalho, antes de publicá-lo. Ainda, a participação em eventos científicos no Paraguai, permitiu conhecer grandes estudiosos e escritores nacionais e internacionais, o que favoreceu a aproximação especialmente com as Escritoras Paraguaias. Dra. Ana Maria Arguello, Autora dos Livros “O papel dos escravos negros no Paraguai”. Assunção: Paraguai Centro Editorial, 1999. E “El rol de los Esclavos Negros en El Paraguay”. Centro Editorial Paraguayo. Asunción-Paraguay – 2010 e a Dra. Ana de La Luz Cuellar Autora do Livro “Vozes e Testemunhos”. Diante de uma experiência tão construtiva, pessoal e profissionalmente, vislumbra-se a integração também em outros programas de mobilidade em nível de pós-graduação, e ampliar novas trocas de conhecimentos e fortalecer a internacionalização do ensino e da pesquisa nos Países do MERCOSUL.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

O estudo em Educação e cultural realizado no espaço geográfico de um país Latino caracterizou-se como uma oportunidade de aperfeiçoamento pessoal, profissional e teórico-científico durante a Pós-Graduação. Para além do acréscimo de conhecimentos e vivências na Educação, foi um momento de construção da personalidade, de aquisição de valores sociais e culturais, de contato com pessoas diferentes dos laços afetivos comuns e de desenvolvimento de habilidades didáticas, pedagógicas e interpessoais.

Além disso, a vivência de novos horizontes, novas teorias e novas formas de se fazer educação e integrar uma equipe multiprofissional, constituem ganhos em longo prazo, agregando fatores que certamente, estimularão pequenas e constantes mudanças nas práticas diárias em educação. Como contribuições e implicações para a educação e cultura, esta produção possibilita a integração de outros programas de mobilidade, a fim de permutar conhecimentos e fortalecer a internacionalização do ensino e da pesquisa brasileira.

Espera-se, assim, contribuir no sentido de maior incentivo e agregação desta modalidade de ensino durante os cursos de Pós-Graduação, com vistas a aperfeiçoar a formação para além das disciplinas aos currículos pedagógicos, consolidado saberes e inovações por meio do estudo internacional.

REFERÊNCIAS

1 – Agência Brasileira de Cooperação – Governo da República Federativa do Brasil – Copyright 2012.

2 – Argüello, Ana Maria. “O papel dos escravos negros no Paraguai”. Assunção: Paraguai Centro Editorial, 1999. E “El rol de los Esclavos Negros en El Paraguay”. Centro Editorial Paraguayo. Asunción-Paraguay – 2010.

3 – Cuellar,  Ana de La Luz. “O Livro “Vozes e Testemunhos” – 2011.

4 – DUROZOI, G. e ROUSSEL, A. Dicionário de Filosofia. Tradução de Marina Appenzeller. Campinas, SP: Papirus, 1993.

5 – Enciclopédia Barsa (em português) 12 31ª ed. (São Paulo: Encyclopædia Britannica do Brasil Publicações). 1994.

6 – JAPIASSU, Hilton e MARCONDES, Danilo. Dicionário Básico de Filosofia. 3. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1996.

7 – Silva, Geová Alves da. Análise dos Paradigmas do Pan-africanismo Brasil & Paraguai: Diáspora Africana e características socioculturais dos afrodescendentes a partir dos sistemas educativo, cultural e religioso. Tese, Universidade Americana, Assunção – Paraguai em 20 de Janeiro de 2014.

8 – Souza KV. Intercâmbio educacional internacional na modalidade doutorado sanduíche em enfermagem: relato de experiência. Esc Anna Nery Rev Enferm 2008;12(2):358-63.

9 – http://www.ideiaeduc.com.br

[1] Pós Graduado em Ciências da EducaçãoUniversidad Americana tuvo su origen en el Instituto de Capacitación y Desarrollo Empresarial (INCADE), asociación civil sin fines de lucro, cuyo propósito fue promover la fundación de una universidad que se constituyera en un lugar de formación, enseñanza y cultivo superior de las artes, las letras, las ciencias tecnológicas, la investigación científica y la capacitación integral del ser humano en el Paraguay.

Pós Graduado em Ciências da Educação - Universidad Americana tuvo su origen en el Instituto de Capacitación y Desarrollo Empresarial (INCADE), asociación civil sin fines de lucro, cuyo propósito fue promover la fundación de una universidad que se constituyera en un lugar de formación, enseñanza y cultivo superior de las artes, las letras, las ciencias tecnológicas, la investigación científica y la capacitación integral del ser humano en el Paraguay.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here