Pressupostos teóricos sobre o resumo

0
352
DOI: 10.32749/nucleodoconhecimento.com.br/educacao/pressupostos-teoricos
PDF

ARTIGO DE REVISÃO

ARAÚJO, Andréa Cristina Marques de [1], GOUVEIA, Luis Manuel Borges [2]

ARAÚJO, Andréa Cristina Marques de. GOUVEIA, Luis Manuel Borges. Pressupostos teóricos sobre o resumo. Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento. Ano 05, Ed. 08, Vol. 11, pp. 109-118. Agosto de 2020. ISSN: 2448-0959, Link de acesso: https://www.nucleodoconhecimento.com.br/educacao/pressupostos-teoricos, DOI: 10.32749/nucleodoconhecimento.com.br/educacao/pressupostos-teoricos

RESUMO

O Resumo é um instrumento muito importante para publicações de produção científica, tão importante que possui uma ABNT normativa própria, a NBR 6028:2003. O objetivo deste trabalho é apresentar, através de uma revisão bibliográfica, a finalidade do resumo e analisar a sua normalização apresentada pela norma ABNT específica, pois apesar de ser obrigatório existe muita dificuldade em sua elaboração. Para escrever um resumo, é necessário finalizar a pesquisa, ou seja, o resumo é o último item a ser redigido. Ele deve conter introdução, desenvolvimento e conclusão da pesquisa. Devemos iniciar o texto escrevendo sobre o tema principal e abordar os principais tópicos trabalhados ao longo da pesquisa. Neste artigo estão ilustradas as formas de resumo que podem ser utilizados conforme a ABNT, bem como auxilia com sua redação utilizando o editor de texto do word.

Palavras-chave: Resumo, trabalho acadêmico, normalização do resumo.

1. INTRODUÇÃO

De acordo com a ABNT 6028(2003), um resumo deve conter obrigatoriamente o próprio corpo do texto do resumo e as palavras chave.

2.1 palavra-chave: Palavra representativa do conteúdo do documento, escolhida, preferentemente, em vocabulário controlado.

2.2 resumo: Apresentação concisa dos pontos relevantes de um documento. (ABNT 6028, 2003, p.1)

O texto do resumo deve apresentar o objetivo, o método, os resultados e as conclusões do documento. Ou seja, o resumo deve conter de forma sintetizada, todo o conteúdo do trabalho (ABNT 6028, 2003).

Seu formato deve ser em bloco único, alinhamento justificado, sem margem de parágrafo na 1ª linha, composto de uma sequência de frases concisas, afirmativas, na voz ativa e na 3ª pessoa do singular, sem inclusão de tópicos, fórmulas (a não ser que seja o objeto do trabalho), imagens e outros elementos gráficos (ABNT 6028, 2003).

Após o texto do resumo, apresenta-se as palavras chave do documento. Elas devem ser separadas entre si por ponto seguida (salvo se a revista ou evento exigir outra formatação diferente da ABNT). O uso comum apresenta como quantidade de palavras, no mínimo 3 e no máximo 5. Elas devem representar pontualmente o conteúdo da pesquisa desenvolvida (LAKATOS; MARCONI, 2003; ABNT 6028, 2003).

2. REGRAS DE APRESENTAÇÃO

2.1 TAMANHO DO RESUMO – QUANTIDADE DE PALAVRAS

A ABNT 6028 exige claramente a limitação de palavras para a redação do resumo, que deve ser seguida rigidamente, com exceção se a revista ou evento exigir uma outra formatação diferente da ABNT, aí o aluno deve seguir a orientação (exigência) da publicação a qual está submetendo o resumo.

Abaixo a transcrição da ABNT quanto a quantidade de palavras (ABNT 6028, 203, p. 2):

3.3.5  Quanto a sua extensão os resumos devem ter:

a) de 150 a 500 palavras os de trabalhos acadêmicos (teses, dissertações e outros) e relatórios técnico-científicos;

b) de 100 a 250 palavras os de artigos de periódicos;

c) de 50 a 100 palavras os destinados a indicações breves. Os resumos críticos, por suas características especiais, não estão sujeitos a limite de palavras.

2.2 COMO RESUMIR

Segundo Lakatos e Marconi (2003, p.68):

o resumo é a apresentação concisa e frequentemente seletiva do texto, destacando-se os elementos de maior interesse e importância, isto é, as principais ideias do autor da obra.

O objetivo de um resumo é, portanto, dar ao leitor uma visão geral e precisa do trabalho maior no qual este está inserido. Para cumprir essa finalidade o resumo deve apresentar a síntese do conteúdo, apresentando as finalidades, a metodologia, os resultados obtidos e as conclusões da autoria.

Ainda citando Lakatos e Marconi (2003), para escrever um resumo, devemos obedecer a um planejamento lógico, desenvolvendo as ideias de forma hierárquica, tal qual o desenvolvimento do trabalho principal. Ou seja, escrever um resumo é um processo gradual de construção, onde o desafio é descobrir quais as partes principais que o texto maior engloba.

3. FORMATAÇÕES ESPECÍFICAS

3.1 RESUMO COMO PUBLICAÇÃO EM UM PERIÓDICO

Alguns periódicos são específicos para publicação de resumo. Nesse contexto o resumo deve apresentar a referência bibliográfica do trabalho, a identificação do(s) autor(es) do mesmo, o texto do resumo, as palavras chave e a tradução destes para a língua estrangeira (opcional).

Figura 1 – Resumo como publicação em evento

Fonte: Praça (2015, p.72)

3.2 RESUMO COMO TRABALHO ACADÊMICO

O resumo pode ser solicitado como avaliação ou trabalho de uma disciplina na academia (ensino superior). Para cumprir essa finalidade, o redator deve colocar como item inicial a referência bibliográfica do material que foi solicitado o resumo. Exemplo: se for resumo de um livro, colocar a referência deste seguindo a ABNT 6023:2018.

Logo depois o seu nome completo, seguido da palavra resumo em negrito e caixa alta, com alinhamento justificado. O texto do resumo, que deve seguir a formatação abaixo e ter no mínimo 150 e no máximo 500 palavras. E por fim as palavras chave.

Figura 2 – Resumo como trabalho acadêmico

Fonte: Autores (2020)

3.3 RESUMO COMO ITEM OBRIGATÓRIO DE ARTIGO

Como item obrigatório de um artigo, o resumo é item do pré-texto e deve seguir a formatação do exemplo abaixo, obedecendo também a norma ABNT de artigo, salvo se o periódico ao qual o material será submetido para a publicação solicitar outras formatações. O Resumo de um artigo deve ter no mínimo 100 e no máximo 250 palavras.

Figura 3 – Resumo como item obrigatório de artigo científico

Fonte: Araújo e Gouveia (2020, p.42551)

3.4 RESUMO COMO ITEM OBRIGATÓRIO DE RELATÓRIO OU TRABALHO ACADÊMICO

Como item obrigatório de um trabalho acadêmico, o resumo é item do pré-texto e deve seguir a formatação abaixo. O resumo de um trabalho acadêmico deve ter no mínimo 150 e no máximo 500 palavras.

Figura 4 – Resumo como item obrigatório de trabalho acadêmico

Fonte: Autores (2020)

3.5 O ABSTRACT

O abstract é a versão (não necessariamente tradução fiel) do resumo para o inglês. Deve ter a mesma formatação do resumo na língua vernácula. Observar que alguns periódicos e instituições de ensino podem exigir a versão traduzida do resumo em outra língua estrangeira.

O resumo é denominado Abstract em inglês, Resumen em espanhol, Résumé em francês, Riassunto em italiano e Zusammenfassung, em alemão.

3.6 A FUNÇÃO CONTAR PALAVRA DO EDITOR DE TEXTO WORD

A quantidade mínima e máxima que o artigo deve conter deve ser obedecida rigidamente pelo autor do trabalho. Mas não precisa ficar contando manualmente. O editor de texto do word apresenta essa funcionalidade, tornando o trabalho mais fácil.

Para utilizar essa funcionalidade, você deve:

  1. Primeiro selecionar com o cursor, o texto todo do resumo;
  2. Depois clicar na guia Revisão;

Figura 5 – Print de tela do Word

Fonte: Microsoft Word (captura de tela, 2020)
  1. Em seguida clicar na opção contar palavras;
  2. Após isso, o word abrirá automaticamente uma janela, informando a quantidade de palavras que o texto selecionado possui.

Figura 6 – Print de tela da função contar palavras

Fonte: Microsoft Word (captura de tela, 2020)

4. CONSIDERAÇÕES FINAIS

Infelizmente apesar de ser um item (obrigatório) importante do trabalho, muitas vezes o resumo é deixado em segundo plano, o que prejudica a qualidade do texto.

O resumo tem um objetivo importante dentro do contexto de um trabalho científico, pois é através deste que o trabalho é apresentado. Os repositórios e bancos de pesquisa em sua folha de rosto disponibilizam os dados dos autores, do trabalho como um todo, o texto do resumo do trabalho e suas palavras chave.

Esse é o primeiro contato dos leitores com o trabalho, e é através do resumo que será definido a leitura do material completo ou não. É através do resumo que diversos usuários como leitores, avaliadores e editores fazem a avaliação sobre o conteúdo que virá a seguir. O leitor através da leitura do resumo do trabalho, avalia se deve ou não continuar a leitura do trabalho todo, pois o resumo se bem escrito, permitirá que ele faça a relação desse material de consulta com a pesquisa que está escrevendo, e assim possa selecionar ou não como referência bibliográfica de seu trabalho.

Ou seja, caso o resumo esteja mal escrito, mesmo que a pesquisa em si seja de qualidade, o seu trabalho pode ser simplesmente descartado pelo leitor, e se o trabalho não for lido, consequentemente não será referenciado e citado.

No caso de estarmos tratando de resumo em artigos, também o avaliador do periódico começará a leitura do trabalho pelo resumo. Caso não seja possível identificar de forma clara os elementos da sua pesquisa, o avaliador fatalmente irá negar a publicação do artigo. É importante mencionar que os periódicos asseguram sua qualidade, classificação de excelência e avaliação pela comunidade científica justamente pela qualidade dos artigos que nele são publicados. Dessa forma, se um artigo com resumo ruim for aprovado é provável que a comunidade científica deixe de utilizar esse periódico para busca de referencial bibliográfico.

5. REFERÊNCIAS

ARAÚJO, Andréa Cristina Marques de; GOUVEIA, Luis Borges. O digital nas instituições de ensino superior: um diagnóstico sobre a percepção docente em uma instituição de ensino superior em Belém do Pará (Brasil). Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 6, n. 7, p. 42551-42555, jul. 2020. Disponível em: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/12518/10531. Data de acesso: 20 jul 2020

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6028: Informação e documentação – Resumo – Apresentação. Rio de Janeiro, 2003.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de metodologia científica 5ed. São Paulo: Atlas, 2003.

LUGOBONI, Leonardo Fabris R. Liceu On-line, São Paulo, v. 6, n. 1, p.1-5, jul./dez. 2016. Disponível em: file:///C:/Users/45825785272/Downloads/1752-13249-1-SM.pdf. Data de acesso 11 mar. 2020.

PRAÇA, Fabíola Silva Garcia. Metodologia da Pesquisa científica: organização estrutural e os desafios para redigir o trabalho de conclusão. Revista Eletrônica Diálogos Acadêmicos. 08, nº 1. P.71. jan jul 2015. Disponível em: http://.www.unieps.edu/fnsa/revista. Data de acesso: 05.06.2020

[1] Doutoranda em Ciência da Informação – Universidade Fernando Pessoa (Portugal). Mestre em Ciência da Computação – UFSC.

[2] Doutorado em Ciência da Computação. Mestrado em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores. Graduação em Licenciatura em Matemáticas Aplicadas/Informática.

Enviado: Abril, 2020.

Aprovado: Agosto, 2020.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here