Elaboração De Um Planejamento Estratégico Em Uma Lavagem De Veículos

0
80
DOI: ESTE ARTIGO AINDA NÃO POSSUI DOI [ SOLICITAR AGORA! ]
Elaboração De Um Planejamento Estratégico Em Uma Lavagem De Veículos
Classificar o Artigo!
ARTIGO EM PDF

ARTIGO ORIGINAL

PEREIRA, Eduardo Augusto Caneppele [1], PETTER, Rafael André [2], RAMBO, Jorge A. [3]

PEREIRA, Eduardo A. Caneppele. PETTER, Rafael A. RAMBO, Jorge A. Elaboração De Um Planejamento Estratégico Em Uma Lavagem De Veículos. Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento. Ano 03, Ed. 11, Vol. 08, pp. 93-113 Novembro de 2018. ISSN:2448-0959

RESUMO

Atualmente o Planejamento Estratégico é considerado um processo gerencial de extrema importância dentro das organizações. O fato de elaborar um bom planejamento impulsionará a empresa em uma direção mais correta, possibilitando a mesma a antecipar-se às ameaças do mercado e realizar um diagnóstico de oportunidades e melhorias necessárias para o sucesso da empresa a curto e longo prazo. O presente trabalho teve como objetivo a elaboração de um Planejamento Estratégico para a empresa de Lavagem de Veículos Parada Obrigatória, localizada no município de Humaitá/RS. A metodologia utilizada para a realização do estudo compreendeu os métodos de abordagem qualitativa, quantitativa e dedutiva; nas questões de procedimentos foram utilizados o estudo de caso, a pesquisa descritiva e a pesquisa bibliográfica; no que se refere às técnicas foram utilizadas a coleta de dados, entrevista, a observação e análise de dados. Partindo deste ponto, com base nas informações apresentadas pela empresa houve a criação da missão, visão e valores, elaboração de um diagnóstico estratégico, criação do plano de ação 5W1H, postura estratégica e as matrizes GUT e importância x desempenho, realizou-se também a verificação dos objetivos e metas almejados pela empresa. Dessa forma, é muito importante que a empresa possua um bom planejamento estratégico para que a mesma tenha definida e de forma clara quais serão os passos que devem ser seguidos e as metas e serem alcançadas. Com o presente estudo elaborou-se o diagnostico estratégico analisando o ambiente externo e ambiente interno, elaborou- se objetivos e metas de curto, médio e longo prazo desenvolvendo estratégias em marketing, financeiro, serviços e crescimento através de um plano de ação 5W1H com o qual a empresa se organiza com as tarefas a serem executadas de maneira cautelosa e objetiva conseguindo assim alcançar seus objetivos. Foi através da postura estratégica que a empresa percebeu que sua predominância está em pontos fortes e oportunidades que faz com que os gestores busquem novos mercados e ou tecnologias. Com a elaboração da matriz GUT facilitou os gestores na priorização dos problemas em uma ordem que levou em conta a gravidade, urgência e a tendência do problema.

Palavras-chave: Planejamento estratégico, plano de ação, análise de mercado.

INTRODUÇÃO

Existem diferentes modos para elaborar e implementar planejamentos estratégicos, porém todos seguem o mesmo caminho, devem estes seguir alguns passos, diagnósticos estratégicos, definição de missão, visão e valores da empresa e definir objetivos e estratégias.

Por começo tem-se o diagnostico estratégico, onde por meio deste verifica-se os pontos fortes e fracos que a empresa demonstra, e posteriormente as ameaças e oportunidades que a organização está exposta. Após é definido a missão e a visão da organização onde demonstra o que a empresa tem como princípio.

O planejamento é um processo que implica em uma alta função administrativa, pois é por meio dele que o gestor e a equipe instituem a direção que a empresa deve seguir. Desta forma, foi elaborado um problema para o estudo, que responderá a pergunta como a elaboração de um planejamento estratégico poderá colaborar com a gestão da empresa de Lavagem de Veículos?

Um planejamento estratégico deve sempre ser posto em pratica, pois desta forma é necessário conhecer os métodos de utilização e os instrumentos deste planejamento, conforme a realidade da empresa e suas necessidades, permitindo sucesso perante o mercado competitivo.

Desta forma, para melhor compreensão o trabalho está estruturado em quatro capítulos: No capítulo um, apresentam-se a introdução ao estudo realizado, no capítulo dois estão descritos os aspectos metodológicos utilizados.

Em seguida, encontra-se o capítulo três, onde está descrita a fundamentação teórica relacionada ao trabalho com temas que ofereceram sustentação ao estudo e no capítulo quatro estão apresentados os resultados obtidos por meio do estudo juntamente com as análises e as discussões.

METODOLOGIA

MÉTODOS DE ABORDAGEM

De acordo com Fachin (2003), método é uma ferramenta do conhecimento que disponibiliza aos estudantes um caminho para facilitar a pesquisa, para realizar e também interpretar os resultados e coordenar investigações.

MÉTODO DEDUTIVO

De acordo com Oliveira (2005), usa-se o método dedutivo nos processos lógicos, onde uma ideia simples pode tornar-se mais abrangente.

Então, através deste método foi possível levantar dados e informações e a partir disso formular estratégias para a empresa.

ABORDAGEM QUALITATIVA

Oliveira (1999) explica que, a abordagem qualitativa examina a relação dinâmica existente entre o mundo real e o mundo sujeito, se tratando assim, de uma vinculação indissociável entre o mundo objetivo e a subjetividade que existe no sujeito, e que não pode ser demonstrado em números.

Com isso, utilizou-se esta abordagem para levantar informações para ter-se a fundamentação teórica do estudo.

ABORDAGEM QUANTITATIVA

Segundo Oliveira (1999), o método quantitativo, como o termo indica se caracteriza por quantificar opiniões, dados nas formas de coleta de informações, bem como o emprego de recursos e técnicas estatísticas.

Desta forma, a abordagem quantitativa foi utilizada para o levantamento de dados numéricos e suas análises.

PROCEDIMENTOS

Conforme Fachin (2003), os procedimentos metodológicos têm como objetivo evidenciar os métodos que são utilizados ao decorrer do estudo.

PESQUISA DESCRITIVA

Conforme Gil (1999), a pesquisa descritiva tem como principal meta apresentar as características de certo fenômeno ou população.

Utilizou-se este procedimento para descrever e analisar o ambiente interno e externo da empresa.

ESTUDO DE CASO

De acordo com Fachin (2003), considera-se o estudo de caso um estudo que é intenso, levando em consideração o assunto procurado como um todo.

O estudo de caso foi utilizado para obter informações e coleta de dados referente aos itens abordados no decorrer do estudo.

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

Conforme Fachin (2003), a pesquisa bibliográfica é um agrupamento de conhecimentos referentes a um determinado assunto.

Levantou-se com a pesquisa bibliográfica a fundamentação teórica do estudo.

TÉCNICAS

COLETA DE DADOS

De acordo com Marconi e Lakatos (2007) caracteriza-se a coleta de dados como uma união de processos e regras de que surge uma ciência, também são utilizadas habilidades para alcançar os seus fins.

Com esta técnica levantou-se dados para se alcançar os objetivos do estudo.

ENTREVISTA

Conforme Lakatos e Marconi (2012) considera-se a entrevista como uma conversa onde é realizado um dialogo frente a frente com o entrevistado, onde se obtém informações por meio de uma conversa.

Foi realizado o levantamento de dados para a realização de análises com os proprietários e colaboradores.

OBSERVAÇÃO

A técnica de observação consiste na coleta de dados para obtenção de informações e usa os sentidos no alcance de determinados aspectos da realidade, conforme Lakatos e Marconi (2007). Além de ver e ouvir, é necessário também examinar os fatos e fenômenos que se deseja pesquisar.

A técnica de observação foi utilizada para levantar dados referentes ao ambiente da empresa.

TÉCNICA DE ANÁLISE DE DADOS

Para Marconi e Lakatos (2007, p.169), “Uma vez manipulados os dados e obtidos os resultados, o passo seguinte é a análise e interpretação dos mesmos, constituindo-se ambas no núcleo central da pesquisa”.

Com esta técnica foi apurado e analisado os dados quantitativos do presente estudo para chegar assim nas considerações finais.

SOFTWARE EXCEL

Excel é um programa para editar e criar planilhas. Neste podem ser efetuados lançamentos de dados estatísticos para a realização de cálculos e criação de gráficos.

ANÁLISE DE CONTEÚDO

De acordo com Marconi e Lakatos (2007), a análise de conteúdo se caracteriza pela metodologia de pesquisa que pode ser utilizada para apresentar e interpretar os conteúdos existentes nas classes de documentos e textos.

A análise de conteúdo encaminhou o estudo auxiliando na apresentação e interpretação dos resultados.

FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

ADMINISTRAÇÃO

Chiavenato (2001) explica que, a palavra Administração tem origem do latim e significa aquele que presta um serviço a outro. Ainda segundo o autor, a Administração tem como tarefa interpretar os objetivos implicados pelas organizações e modificá-los para uma ação organizacional por meio dos processos de planejar, organizar, dirigir e controlar os recursos com a intenção de alcançar seus objetivos de forma mais correta, garantindo a empresa competitividade em um mercado altamente competitivo e complexo.

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

O planejamento estratégico está ligado mais ao ato de pensar e fazer planos específicos e de maneira estratégica, para melhorar, ampliar, ou modificar a empresa, segundo Kotler e Armstrong (1993). Ter um bom planejamento ajuda a verificar e analisar á diminuir gastos, custos, entre outro, que não são necessariamente notados, que no final fazem a grande diferença.

Para Oliveira (2009), planejamento estratégico de responsabilidade dos níveis mais altos da empresa e diz respeito á formulação de objetivos e a seleção dos cursos de ação a serem seguidos para sua consolidação, considerando as condições internas e externas á empresa e sua evolução. A empresa considerando as premissas básicas, tendo respeito para que o processo estratégico haja coerência e sustentação decisória.

DEFINIÇÃO DE NEGÓCIO

Conforme Maximiano (2000), o significado do negócio de uma organização é a descrição dos produtos e serviços que a empresa pretende fornecer, para quais mercados e clientes.

O pensamento estratégico trabalha atualmente com a concepção de missão. Ela determina a função que a organização exerce para com sua clientela e setores interessados.

DEFINIÇÃO DE OBJETIVOS

Segundo Chiavenato (2009), a definição dos objetivos devem estar em harmonia com as aspirações e perspectivas humanas. Trata-se de uma condição futura ideal originada de um conflito entre o desejo (representado por valores e atitudes), a disposição dos indivíduos (representada por suas motivações e comprometimentos) e os meios que disponíveis.

Segundo Ackoff (1981), os objetivos podem não ser alcançados dentro do período estipulado, mas devem ser ao menos, aproximado do prazo estipulado.

DEFINIÇÃO DE METAS

Ackoff (1981) afirma que as metas são objetivos a serem atingidos em um certo prazo, dentro do período que estabelecido pelo plano.

Segundo Ferrel (2005), as metas são disposições simples e amplas sobre o que será efetivado por meio da estratégia de marketing. O principal papel das metas é gerir o incremento de objetivos e oferecer rumos às decisões de alocação dos recursos disponíveis.

ANÁLISE SWOT

De acordo com Silveira (2001), essa técnica fornece a direção um modelo que serve para o desenvolvimento de planos de marketing mais viáveis. Para isso é necessário fazer uma avaliação global das forças, fraquezas, oportunidades e ameaças, que se pode encontrar no ambiente externo e interno das empresas.

Para Nogueira a análise SWOT é a técnica que ajuda a revelar os pontos fortes e fracos de uma empresa, como também as oportunidades e ameaças do mercado.

Antes de iniciar a analise SWOT é preciso primeiramente classificar os objetivos que se pretendem alcançar. O que por um lado pode ser um ponto forte no contexto de um objetivo, por outro, pode ser um ponto fraco se a empresa busca outro objetivo.

OPORTUNIDADES

Segundo Kotler (1998) oportunidades são classificadas conforme a atratividade e a probabilidade de sucesso. Sendo uma área de necessidades do comprador onde a empresa pode atuar gerando lucros para a organização.

AMEAÇAS

Uma ameaça pode ser classificada de acordo com seu grau de importância e também a probabilidade de sua ocorrência. Kotler (1998) afirma ainda que ameaça é um desafio onde as consequência é o desgaste das vendas ou do lucro da empresa.

FORÇAS E FRAQUEZAS

Uma análise periódica é necessária tanto das forças como das fraquezas de um negócio, segundo Kotler (1998). Não é preciso corrigir todas as fraquezas que existem no negócio e nem alavancar suas forças, o que é preciso é limitar o negócio a essas oportunidades.

MISSÃO, VISÃO E VALORES

A missão visa à satisfação da empresa é o propósito da empresa, pois está envolvida diretamente com o mercado e consumidores.

Missão organizacional é a declaração do propósito e do alcance da organização em termos de produto e de mercado. Ela se refere ao papel da organização dentro da sociedade em que está envolvida e significa sua razão de ser e de existir. A missão da organização deve ser definida em termos de satisfazer a alguma necessidade do ambiente externo e não em termos de oferecer algum produto ou serviço. (CHIAVENATO E SAPIRO, 2003, p.55).

A visão é a referência para um futuro que a empresa deseja, ou seja é a situação que a empresa deseja chegar.

A visão organizacional- ou visão do negócio – é o sonho acalentado pela organização. Refere-se àquilo que a organização deseja ser no futuro. É a explicação de por que, diariamente, todos se levantam e dedicam a maior parte de seus dias para o sucesso da organização onde trabalham, investem ou fazem negócio. (CHIAVENATO E SAPIRO, 2003).

Os valores são os ideais, estão ligados em cada princípio que a empresa possui perante colaboradores, fornecedores, parceiros e em relação aos seus clientes, para que os mesmos se sintam valorizados.

Tradicionalmente, os valores descritos na apresentação de uma empresa se refere à crenças e princípios que devem orientar as ações da empresa, sua cultura e as decisões de seus funcionários e colaboradores. Os valores determinam o comportamento das pessoas que trabalham numa determinada empresa. (REBOUÇAS, 2014)

PLANO DE AÇÃO 5W1H

Segundo Meter (2014), este termo é originário de seis palavras em inglês What (o que), When (quando), Who (quem), Why (por que), Where (onde) e How (como). A ferramenta tem por objetivo promover um “brainstorm” que seja estruturado, baseado em uma meta clara.

Para Meter (2014), o 5W1H se trata de um documento que identifica as respectivas ações e responsabilidades do responsável por executá-lo, através de um questionamento, sendo possível, orientar as diversas ações que precisarão ser praticadas.

MARKETING

De acordo com Kotler e Armstrong (1993), o marketing está cada vez mais presente em nosso cotidiano, pois ele nos mostra necessidades antes nem notadas como, por exemplo: necessidade físicas básicas, como alimentos, segurança, vestuário, e também aquelas necessidades individuais, para a auto realização. As pessoas compram muito porque são induzidas á isso, o marketing está tão bem estruturado, apresentado, que conquista as pessoas pela sua apresentação.

Para Kotler e Armstrong (1993) marketing significa:

Trabalhar com mercados para conseguir trocas com o propósito de satisfazer necessidades e desejos humanos. Assim, retornamos á nossa definição de marketing como o processo pelo qual o individuo e grupos obtém o que precisam e desejam através da troca de produtos e valores. (KOTLER e ARMSTRONG 1993).

APRESENTAÇÃO, ANÁLISE E DISCUSSÃO DOS RESULTADOS

ORGANIZAÇÃO OBJETO DE ESTUDO

O posto de lavagem Parada Obrigatória está localizado em Humaitá-RS na Avenida Getúlio Vargas nº 304, tem como Razão Social Adelar Fortunato Pereira MEI, teve suas atividades iniciadas em Fevereiro de 2014 e tendo como atividade econômica prestação de serviço em lavagem de veículos automotores.

Desde o seu início busca atender principalmente a população local trazendo novos conceitos em lavagens e produtos, tem processo licitatório com a prefeitura do município onde presta serviços de lavagem em máquinas pesadas como moto niveladora, carregadores, caminhões, retroescavadeiras, entre outros, veículos leves. Suas instalações são próprias, atualmente conta com uma sala de 121m² uma sala de máquinas com 16m², uma rampa de serviço com 50m² e garagem coberta de 60m².

LOGOMARCA DA EMPRESA

Na figura 1 está demonstrada a logomarca do Posto de Lavagem Parada Obrigatória.

Figura 1: Logomarca.

Fonte: Pereira, Petter, Rambo, 2016.

MISSÃO, VISÃO, VALORES E FATORES CHAVE DE SUCESSO

DEFINIÇÃO DA ATIVIDADE/NEGÓCIO:

Visão restrita: lavagem;

Visão abrangente: solução em higiene e lavagem de veículos.

VISÃO DE FUTURO DA ORGANIZAÇÃO:

Ser reconhecida na Região Celeiro como empresa líder no setor de serviços automotivos, no segmento de lavagem, tratamento, higienização e borracharia.

IDENTIFICAÇÃO DA MISSÃO:

Prestar serviços de qualidade, trazendo soluções inovadoras em higiene e lavagem veicular, para que nossos clientes tenham maior agilidade no atendimento e perfeição em limpeza.

PRINCÍPIOS/VALORES:

Seriedade, confiança, excelência nos serviços prestados, transparência, confiabilidade e compromisso com o cliente.

FATORES CHAVES DE SUCESSO:

Fornecedores qualificados; insumos de procedência e de qualidade; perícia na prestação do serviço.

DIAGNÓSTICO ESTRATÉGICO

A análise do Ambiente Interno e Externo de uma empresa pode ser considerada muito eficaz, pelo fato de auxiliar os gestores na identificação dos fatores que influenciam no bom funcionamento da empresa, dando suporte com informações úteis no que diz respeito ao processo de planejamento estratégico.

Nos quadros 1 e 2 é possível verificar quais as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças da empresa de Lavagem de Veículos Parada Obrigatória.

ANÁLISE DE AMBIENTE EXTERNO

No quadro 1 é possível analisar que todas as oportunidades ficaram com nota 5 e as ameaças com nota -4.

Quadro 1: Oportunidades x Ameaças.

OPORTUNIDADES NOTA AMEAÇAS NOTA
CONCORRÊNCIA
  1. Cadeia de valor dos serviços
5
  1. Poder de Fogo
-4
  1. Educação
5
  1. Capacidade de produção
-4
3- Comprometimento (externos) 5
  1. Impostos
5
  1. Controle de preços
5
  1. Legislação ambiental
5
  1. Legislação educacional
5

Fonte: Pereira, Petter, Rambo, 2016.

ANÁLISE DE AMBIENTE INTERNO

No quadro 2 percebe-se que grande parte dos pontos fortes da empresa ficaram com nota 4 e os demais com nota 5, já nas fraquezas relevantes a agência de web-marketing ficou com nota -4 e as fraquezas software e integração de sistemas com -5.

Quadro 2: Pontos Fortes x Fraquezas Relevantes.

PONTOS FORTES NOTA FRAQUEZAS RELEVANTES NOTA
  1. Competitividade
4
  1. Agência de web-marketing
-3
  1. Composição do mercado
4 2- Software/sistemas -3
  1. Criatividade
5 3- Integração de sistema -3
  1. Desenvolvimento de novos produtos
4 4- Layout da empresa -4
  1. Relacionamento com fornecedores
4 5- Utilização de insumos -4
  1. Capacidade instalada
4 6- inadimplência de clientes -4
  1. Consumo de matéria-prima
4 7 – Administração financeira -5
  1. Controle de qualidade
5 8- Marketing -3
  1. Custos
4
  1. Desempenho do produto
5
  1. Entrega de serviço
4
  1. Flexibilidade
4
  1. Qualidade de equipamentos
4
  1. Cumprimento da legislação
5

Fonte: Pereira, Petter, Rambo, 2016.

POSTURA ESTRATÉGICA

De acordo com o autor Oliveira (1992) a postura estratégica tem como objetivo orientar o estabelecimento de todas as estratégias e políticas, principalmente de médio e longo prazo, a partir do período que se decidiu por determinada missão.

Oliveira (1992) afirma ainda que o estabelecimento da postura estratégica é limitado por três aspectos:

      • A missão da empresa;
      • A relação: positiva ou negativa entre as oportunidades e ameaças que a empresa enfrenta no momento da escolha;
      • A relação: positiva ou negativa entre os pontos fortes e fracos que a mesma possui para ficar frente às oportunidades e ameaças do mercado.

Desta forma, a figura 2 demonstra o formulário de postura estratégica da empresa de Lavagem de Veículos Parada Obrigatória, onde estão descritas em cor vermelha as correlações fortes, em verde as correlações médias, na cor amarela as correlações fracas e em branco sem correlação.

Figura 2: Formulário de postura estratégica.

Fonte: Autor

A predominância da empresa é de Pontos fortes e de oportunidades, diante disso os gestores podem desenvolver a empresa em dois segmentos podendo ir à busca de novos mercados, clientes ou novas tecnologias diferentes das quais a empresa já disponibiliza, a combinação destes segmentos permite criar novos negócios no mercado.

MATRIZ GUT

Esta ferramenta tem como objetivo priorizar as ações, levando em consideração a gravidade, urgência e as tendência do fenômeno, possibilitando a escolha pela tomada de decisão que seja menos prejudicial.

Figura 3: Matriz GUT.

AMEAÇAS Gravidade Urgência Tendência GRAU CRÍTICO (GxUxT) SEQUÊNCIA DE ATIVIDDE
Problema 1: Poder de fogo 3 2 2 12 2
Problema 2: Capacidade de produção 5 3 2 30 1

Fonte: Pereira, Petter, Rambo, 2016.

Figura 4: Matriz GUT.

Fraquezas Gravidade Urgência Tendência Grau Crítico (GxUxT) Sequência de Atividade
Problema 1: Layout da empresa 2 1 1 2 5
Problema 2: Utilização de Insumos 4 3 5 60 2
Problema 3: Inadimplência de clientes 3 4 2 24 3
Problema 4: Administração financeira 5 5 4 100 1
Problema 5: Marketing 1 2 3 6 4
Problema 6: Agência de web-marketing 1 2 1 2 5
Problema 7: Software/sistemas 1 1 1 1 6
Problema 8: Integração de sistemas 1 1 1 1 7

Fonte: Pereira, Petter, Rambo, 2016.

Segundo a figura 3 temos que para as ameaças a prioridade principal é a capacidade de produção, logo após o poder de fogo, ou seja a empresa necessita repensar sua capacidade de prestação de serviço e poder de fogo em comparação aos concorrentes.

Já para as fraquezas, temos como principal prioridade corrigir a administração financeira, pois está área é considerada uma das bases de sucesso de qualquer empresa, o segundo problema que precisa de correção é a utilização de insumos, ou seja a perca na mistura de produtos para a realização dos serviços, em terceiro temos a inadimplência dos clientes, como ocorre em grande parte das cidades de pequeno porte o crediário da loja como é conhecido, faz com que o capital de giro da empresa se torne menor.

MATRIZ IMPORTÂNCIA E DESEMPENHO

A matriz de importância x desempenho se trata de uma ferramenta para auxiliar a traçar um panorama, perante os concorrentes e promover melhorias no processo de produção da empresa.

Na figura 5 está demonstrada a matriz da empresa Parada Obrigatória, juntamente com os valores referentes aos graus de importância que variam de 01 a 09 e de desempenho de 01 a 09.

Pode-se perceber que na coluna referente a importância o item com maior grau é a estrutura organizacional, e o item com menor grau é a análise de desempenho. Já na coluna de desempenho o item com maior grau é o processo de manufatura e o item com menor grau é educação e treinamento.

Figura 5: Matriz importância x desempenho.

MATRIZ IMOPRTÂNCIA X DESEMPENHO
ITEM IMPORTÂNCIA DESEMPENHO
Estratégia organizacional EO1. Estratégia organizacional 8 5
EO2. Estrutura organizacional 9 6
Administração de recursos humanos RH1. Administração de recursos humanos 7 5
RH2. Educação e treinamento 5 3
Finanças e controle FC1. Administração financeira 8 4
FC2. Administração de custos 7 5
Vendas e Marketing VM1. Política Mercadológica 7.5 6
VM2. Análise de desempenho 6 6
Processos e manufatura PM1. Processo de manufatura 8 7
PM2. Qualidade e indicadores 8 6

Fonte: Pereira, Petter, Rambo, 2016.

Conforme o Gráfico 1 podemos verificar que a empresa precisa rever todos as suas áreas e processos, pois se verificarmos nenhum dos itens analisados está dentro da zona apropriada para a organização se manter competitiva e atuante no mercado. Como demonstrado no gráfico as áreas de educação e treinamento, administração financeira e estratégia organizacional se encontram em uma zona de ação urgente e são áreas de extrema importância para a empresa.

Gráfico 1: Importancia X Desempenho

Fonte: Pereira, Petter, Rambo, 2016.

OBJETIVOS E METAS

Se a empresa possui suas metas e os seus objetivos claramente definidos e trabalha para atingi-los, ela então sabe exatamente o porquê da sua existência.

Elaborar objetivos de curto, médio e longo prazo faz com que a empresa consiga alavancar seus ganhos e ainda se manter competitiva no mercado.

Sendo necessário, desta forma, criar estratégias eficientes para que assim seja possível maximizar seus lucros. Com isso estão demonstrados os objetivos e metas da empresa no quadro 3.

Quadro 3: Objetivos em metas.

Objetivos Metas
MARKETING

de Humaitá.

Fazer anúncios de produtos e promoções em rádio, jornais e revistas até 2017.
FINANCEIRO
  • Elaborar um fluxo de caixa.
Contratação de um serviço contábil até 2017.
SERVIÇOS
  • Aumentar 2% dos serviços a cada mês.
Buscar firmar contratos com empresas públicas.
CRESCIMENTO
  • Expandir a empresa.
Mudar a localização da empresa para o centro da cidade. Até 2020.

Fonte: Pereira, Petter, Rambo, 2016.

ELABORAÇÃO DE UM PLANO DE AÇÃO (5W1H)

O plano de ação 5W1H possibilita que organização considere todas as tarefas que necessitam ser executadas ou selecionadas de maneira cautelosa e objetiva, o que permitirá a sua implementação.

Este plano identifica as ações e as responsabilidades e o responsável que deverá executar as mesmas, assim como orienta as demais ações que deverão ser praticadas. Desta forma, na figura 6 está demonstrado o plano de ação disponibilizado para a empresa Parada Obrigatória.

Figura 6: Marketing.

O quê Quando Onde Quem Por que Como
Melhorar a imagem visual interna da empresa Até final do ano de 2017 Na empresa Proprietário e colaboradores Para melhorar a apresentação da empresa Mudar o ambiente organizando-o para maior visualização dos produtos e serviços prestados, para transmitir aos seus clientes a imagem de uma empresa séria e preocupada com o bem estar, ambiente limpo e higienizado, repintura das paredes.
Melhorar a imagem externa da empresa Até julho do ano de 2017 Na empresa Proprietário e colaboradores Para melhorar a apresentação da empresa Realizar a repintura dos muros e postes de cerca, concretar todo o pátio, reorganizar a iluminação, elaborar uma nova fachada para empresa.
Divulgação na rádio Até dezembro 2016 Na radio da cidade Proprietário Para difundir a empresa Uma chamada no radio de segunda a sábado das 12h as 12h15min
Criar cartão fidelidade Até fevereiro de 2017 Na empresa Proprietário Para valorizar os clientes Criar um cartão de identificação dos clientes, conforme o cliente utiliza os serviços fica registrado no mesmo o numero de utilizações. Este cartão será usado na promoção onde após um numero x de lavagens o cliente ganhara uma grátis.
Seguro chuva Até dezembro 2017 Com os clientes Proprietário Para aumentar a demanda em dias de possibilidade de chuva Oferecer um seguro onde se chover dentro do prazo de três dias após a lavagem o cliente ganha uma lavagem expressa por apenas R$5,00.
Confeccionar uniformes Ate março de 2017 Empresa de confecção Proprietário Para identificar os colaboradores e padronizar o atendimento Contratar uma empresa para confeccionar jalecos padronizados, camisetas com a logomarca da empresa.

Fonte: Pereira, Petter, Rambo, 2016.

Na figura 7 estão descritas as ações que devem ser tomadas referente a área financeira da empresa.

Figura 7: Financeiro.

O quê Quando Onde Quem Por que Como
Contratação de um serviço contábil. Até final do ano de 2017. Na empresa. Proprietários. Para melhorar o controle financeiro da empresa. Indo em busca de uma empresa prestadora de serviços contábeis.
Elaboração de um fluxo de caixa. Até Julho do ano de 2017. Na empresa. Proprietários. Para se ter

melhor controle das entradas e saídas do caixa

da empresa.

Compra de um software para regenciamento de fluxo de caixa.
Contratação de uma secretária. Até 2020. Na empresa. Proprietário. Para controles administrativos. Realizando uma seleção de possíveis candidatos por meio de currículos.

Fonte: Pereira, Petter, Rambo, 2016.

A figura 8 demonstra as ações a serem tomadas em relação a área de serviços, sendo elas aumentar em 2% os serviços realizados a cada mês e realizar promoções.

Figura 8: Serviços

O quê Quando Onde Quem Por que Como
Aumentar 2% dos serviços a cada mês. Até final do ano de 2017. Na empresa. Proprietários e seus colaboradores. Para aumentar o faturamento da empresa. Firmar contratos públicos e privados com empresas.
Realizar promoções Até Janeiro de 2017. Na empresa. Proprietários e seus colaboradores. Para aumentar o número de clientes. Elaborar estratégicas promocionais.

Fonte: Pereira, Petter, Rambo, 2016.

Na figura 9 estão descritas as ações que devem ser tomadas referente ao crescimento da empresa.

Figura 9: Crescimento

O quê Quando Onde Quem Por que Como
Mudar a localização da empresa. Até 2020. Na cidade. Proprietários. Para melhorar a praça da empresa Mudar a localização da empresa para o centro da cidade. Melhorando no crescimento da empresa.
Criar estratégias competitivas. Até 2022. Na empresa. Proprietários e seus colaboradores. Para o crescimento dos serviços. Formular um grupo para elaborar estratégias de crescimento e competitivade.

Fonte: Pereira, Petter, Rambo, 2016.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Devido as constantes mudanças que acontecem nas organizações, os gestores devem estar preparados para enfrentá-las e dessa maneira, melhorar sua posição competitiva perante o mercado, surgindo, desta forma, a necessidade de a empresa realizar um planejamento estratégico. Pois é por meio deste planejamento que o gestor conseguirá conhecer e analisar o ambiente interno e externo de sua organização, obtendo informações sobre os pontos fortes e fracos, as oportunidades e ameaças existentes na mesma.

O presente estudo teve por objetivo principal a elaboração de um planejamento estratégico na empresa Lavagem de Veículos Parada Obrigatória. Os resultados atingidos por meio do desenvolvimento deste planejamento estratégico possuem grande valia no que diz respeito às futuras decisões dentro da empresa, além de serem definidos através deste a missão, visão e os valores que a empresa não possuía.

Diz respeito à empresa avaliar o grau de importância das propostas determinadas no estudo, além de analisar as condições de mercado e colocar em prática as ações que possibilitarão maiores benefícios para a sustentabilidade e competitividade da empresa, permitindo assim, que eleve a probabilidade da empresa alcançar os objetivos almejados, estabelecendo a visão do futuro e seguindo estratégias corretas e bem definidas para aperfeiçoar os resultados.

REFERÊNCIAS

ACKOFF, Russel L. 1981. Planejamento Empresarial. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos. ISBN: X.

CHIAVENATO, Idalberto; SAPIRO, Arão. 2003. Planejamento Estratégico: fundamentos e aplicações. Rio de Janeiro: Elsevier.ISBN 85-352-1235-3.

VASCONCELLOS, Celso dos Santos. 1956. Planejamento. São Paulo: Libertad. ISBN: 85-858-1907-3.

CHIAVENATO, Idalberto. 2001. Teoria Geral da Administração. Rio de Janeiro, RJ: Elsevier. ISBN 85-352-0849-6.

FACHIN, Odília. 2003. Fundamentos da metodologia. São Paulo: Saraiva. ISBN 85-02-03807-9.

FERREL, O.C. HARTLINE, Michael D. 2005. Estratégias de Marketing. São Paulo: Pioneira Thomson Learning ed. ISBN: 85-221-0482-4.

GIL, Antonio Carlos. 1999. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. 5 ed. São Paulo: Atlas. ISBN: x

KOTLER, Philip; ARMSTRONG, Gary. 1993. Princípios de marketing. 5 ed Rio de Janeiro, RJ S. Martins. ISBN: x

KOTLER, Philip. 1998. Administração de Marketing: análise, planejamento, implementação e controle. São Paulo: Atlas. ISBN: 85-224-1825-X.

MAXIMIANO, A. C. A. 2000. Introdução à administração. São Paulo: Atlas, 5ª Ed.ISBN: X.

METER, Gisele. 2014. Como elaborar um plano de ação utilizando o 5W1H. Disponível em http://www.administradores.com.br/artigos/carreira/como-elaborar-um- plano-de-acao-utilizando-o-5w1h/77447/. Acessado em 28 de setembro de 2016.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. 2001. Fundamentos metodologia científica.

4.ed. São Paulo: Atlas.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. 2007. Fundamentos de Metodologia Científica: procedimentos básicos, pesquisa bibliográfica, projeto e relatório, publicações e trabalhos científicos. São Paulo: Atlas. ISBN 85-224- 4015-8.

NOGUEIRA, Nuno. A análise SWOT e o processo de planejamento estratégico. Disponível em: – See more at: http://www.portal-gestao.com/item/2414-a- an%C3%A1lise-swot-e-o-processo-de-planeamento- estrat%C3%A9gico.html#sthash.bNGCIs8I.dpuf. Acesso em: 01 de Setembro de 2016.

OLIVEIRA, Djalma. 2009. Planejamento Estratégico Conceitos Metodologia Praticas. São Paulo: Atlas. ISBN: X

OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças de. 1992. Planejamento estratégico: conceitos, metodologia, práticas. SÃO PAULO, SP: Atlas. ISBN 8522407592.

OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças. 2005. Sistemas, organização e métodos: uma abordagem gerencial. São Paulo, SP: Atlas. ISBN 85-224-4185-5.

OLIVEIRA, Sílvio. L. 1999. Tratado de metodologia cientifica: projetos de pesquisas, TGI, TCC, monografia, dissertação e teses. São Paulo: Pioneira Thonson Learning. ISBN: X

REBOUÇAS, Fernando. 2014. Novo conceito de valores de uma empresa. Disponível em: http://agendapesquisa.com.br/novo-conceito-de-valores-de-uma- empresa. acessado em: 01 de Setembro de 2016.

SILVEIRA, Henrique. 2001. SWOT. IN: Inteligência Organizacional e Competitiva.

Brasília: Org. Kira Tarapanoff UNB. I

[1] Bacharel em administração, empresário.

[2] Bacharel em administração, empresário.

[3] Professor da Faculdade de Bacharelado em Administração da SETREM.

Enviado: Março, 2018

Aprovado: Novembro, 2018

Como publicar Artigo Científico

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here