REVISTACIENTIFICAMULTIDISCIPLINARNUCLEODOCONHECIMENTO

Revista Científica Multidisciplinar

Pesquisar nos:
Filter by Categorias
Administração
Administração Naval
Agronomia
Arquitetura
Arte
Biologia
Ciência da Computação
Ciência da Religião
Ciências Aeronáuticas
Ciências Sociais
Comunicação
Contabilidade
Educação
Educação Física
Engenharia Agrícola
Engenharia Ambiental
Engenharia Civil
Engenharia da Computação
Engenharia de Produção
Engenharia Elétrica
Engenharia Mecânica
Engenharia Química
Ética
Filosofia
Física
Gastronomia
Geografia
História
Lei
Letras
Literatura
Marketing
Matemática
Meio Ambiente
Meteorologia
Nutrição
Odontologia
Pedagogia
Psicologia
Química
Saúde
Sem categoria
Sociologia
Tecnologia
Teologia
Turismo
Veterinária
Zootecnia
Pesquisar por:
Selecionar todos
Autores
Palavras-Chave
Comentários
Anexos / Arquivos

Proposta de implementação de processos de rastreabilidade a fim de diminuir os custos e obter otimização dos recursos: estudo de caso Casa Das Correias em Manaus

RC: 84771
186
5/5 - (10 votes)
DOI: 10.32749/nucleodoconhecimento.com.br/administracao/processos-de-rastreabilidade

CONTEÚDO

ARTIGO ORIGINAL

MELO, Vandressa Patricia De Sousa [1], OSAWA, Carla Harumi Ikuno [2], LIMA, Larisse Cristine Nunes [3], ROBERTO, José Carlos Alves [4]

MELO, Vandressa Patricia De Sousa. Proposta de implementação de processos de rastreabilidade a fim de diminuir os custos e obter otimização dos recursos: estudo de caso Casa Das Correias em Manaus. Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento. Ano 06, Ed. 05, Vol. 05, pp. 140-160. Maio de 2021. ISSN: 2448-0959, Link de acesso: https://www.nucleodoconhecimento.com.br/administracao/processos-de-rastreabilidade, DOI: 10.32749/nucleodoconhecimento.com.br/administracao/processos-de-rastreabilidade

RESUMO

Por meio de um diagnóstico organizacional, foi identificada que a área de logística da empresa  apresentada, possui problemas críticos, gerando custos desnecessários. Portanto, neste artigo, pesquisa-se sobre a proposta de implementação de processos de rastreabilidade a fim de diminuir os custos e obter otimização dos recursos. Para tanto, foi necessário localizar por meio de levantamento bibliográfico as principais ferramentas de otimização do custo de distribuição no varejo; analisar quais ações podem ser executadas na empresa estudada e esboçar uma estratégia de distribuição que eleve o nível de serviço nas entregas sem aumentar os custos. A metodologia utilizada foi pesquisas bibliográficas e coleta de dados em campo, quanto aos fins, exploratórios e descritivos. Diante disso, verifica-se que por meio da ferramenta de qualidade 5W2H, como proposta de implementação nas ações de melhorias  a identificação através da curva abc, classificando em classe “A: estimativa do tamanho da frota específica para atendimento dos clientes classe “A”, proposta de estabelecimento do prazo de 48hrs para entregas de varejo para clientes classe “B” e “C” esquematizar a inserção dos processos de rastreamento de frotas por satélite, estabelecer critérios e recursos para gestão de entregas emergenciais. Como propósito final, objetivamos a diminuição de recursos dispensável.

Palavras-chave: Rastreabilidade, 5W2H, Curva ABC, Critérios de entregas emergenciais, Processo de rastreamento.

1. INTRODUÇÃO

O estudo de caso em questão refere-se a empresa L.J GUERRA CIA LTDA., devido a demanda de entregas na ocasião em que vivemos ter evoluído, foi feita uma pesquisa organizacional identificando a problemática da empresa através da análise de registros e arquivos e posteriormente sugerindo a proposta de implementação de processos de rastreabilidade a fim de diminuir os custos e obter otimização dos recursos.

A implementação de ações de melhoria no departamento de logística tem por finalidade a otimização de custos, auxiliar na área operacional na parte de entregas de mercadorias com a sua posição específica e com previsão de entrega em até 48hrs ao seu cliente final, possuem conjuntamente um sistema de informações por satélite que permite localizar veículos por frota, porém são divididos por rota.

Os objetivos específicos do artigo são de localizar por meio de levantamento bibliográfico as principais ferramentas de otimização do custo de distribuição no varejo e com isso analisar quais ações podem ser executadas na empresa estudada, esboçar uma estratégia de distribuição que eleve o nível de serviço nas entregas sem aumentar os custos.

A pesquisa desenvolvida para encontrar os problemas, destinaram-se em uma análise realizada na empresa, isso é, pesquisa de campo e bibliográfica com o objetivo de selecionar ações incorreta de problemas, porquanto com crescimento de entregas à produção de logística teve um ponto mais específico a ser notado para evitar desperdício de custos.

2. REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

De acordo com Libório e Terra (2015, p. 340), A fundamentação teórica é uma exposição de conhecimentos já pesquisados por autores que estudaram a mesma temática abordada, servindo de fundamento para o tema apresentado.

A fundamentação teórica é a parte do desenvolvimento da pesquisa científica que auxilia na credibilidade do mesmo, buscando por meio de referências recapitular os principais aspectos teóricos por diferentes autores, consultados em artigos, monografias, revistas e websites sobre essa mesma temática, para proporcionar o avanço no conhecimento se faz necessário o estudo dos pesquisadores anteriores.

2.1 CONCEITO DE LOGÍSTICA

Rocha (2020, p. 7), afirma que conceito de Logística são:

todas as atividades de movimentação e armazenagem que facilitem o fluxo de produtos, desde o ponto de aquisição da matéria-prima até o ponto de consumo final, assim como dos fluxos de informação que coletam os produtos em movimento com o propósito de providenciar níveis de serviço adequados aos clientes a um custo razoável.

Portanto, entende-se que a logística agrega a adequação de tempo e locação de bens e serviços da empresa, que tem como foco planejamento, implementação e controle do deslocamento e estocagem de produtos e serviços, para atender o cliente com melhor prazo e diminuir os custos, o departamento de logística é responsável pela gestão e execução de todo fluxo de materiais, serviços e informações disponíveis para o mercado consumidor.

A logística atribui todo foco na organização da armazenagem em que garante o transporte da mercadoria, seja aéreo, marinho ou terrestre para a distribuição da mercadoria com o menor custo.

É considerada uma questão estratégica, que procura encurtar o tempo de entrega entre compra dos insumos, produção dos produtos e/ou serviços e sua destinação final de acordo com as necessidades dos clientes, tendo em conta os custos mais baixos e qualidade superior a concorrência, ela está presente em empresas de micro, médio e grande portes.

2.1.1 PROCESSO LOGÍSTICO

Segundo Rosa (2014, p. 31), “O processo logístico é visto como sendo o conjunto de todos os integrantes e de todas as etapas que compõem a logística de algum produto de alguma organização”.

O processo logístico consiste em operações executadas em uma organização proporcionando um melhor controle e planejamento para gestão do produto, esse processo envolve desde a negociação com fornecedores até a chegada dos produtos ao consumidor final e tem como foco ressaltar o tempo, custo e qualidade, ou seja, são todas as atividades realizadas para controlar e planejar uma melhor transportação de um produto.

Esses processos têm ênfases administrativas no qual refere-se atuações administrativas em que atuam a gestão de estoque, processamento de pedidos, serviço ao consumidor, administração do fluxo e informações, e cooperação com a produção/operações.

Possui ênfase operacional no qual se refere a cadeia de suprimentos em que atuam o curso de transportação, estocagem, embalagens e manuseio de insumos, e por fim ênfase em atividades pós-vendas que são a gestão e operacionalização das movimentações logísticas após a venda e entrega dos produtos.

2.1.2 CUSTOS LOGÍSTICOS

Martinelli (2013, p. 11 e 12), define que os custos logísticos correspondem a alocação e gastos de recursos financeiros referentes às atividades da rede logísticas em que estão ligadas aos fornecedores, centros de produção ou de geração de serviços, depósitos, centros de distribuição, destinos finais, além de matérias primas ou materiais diversos, estoques de materiais em processo e materiais acabados que se deslocam entre as instalações das organizações envolvidas.

O cálculo de custos da logística tem como base determinar políticas que possibilitam às organizações reduzir os custos e melhorar o grau de serviços prestado aos clientes, envolvendo a identificação, categorização, mensuração, acumulação, investigação e compreensão das informações operacionais, econômicas e financeiras.

O controle do custo logístico proporciona uma entrega mais eficiente e administração sobre o estoque, auxilia na redução de custos, gestão em compras e na redução de investimentos da empresa, de modo geral aumenta o crescimento da economia, possibilitando um maior número de bens e serviços.

2.1.3 CONCEITO DE RASTREABILIDADE

Silva et al. (2015, p. 56), afirma que “Um sistema de rastreabilidade é uma ferramenta para ajudar uma organização que opera dentro de uma determinada cadeia produtiva, a alcançar os objetivos definidos em um sistema de gestão”.

A rastreabilidade possibilita aos consumidores o acompanhamento de suas compras através de séries e/ou lotes em que planeja uma rápida localização, mantendo assim a confiança do cliente para com a empresa.

Esse sistema auxilia não só a exigência do consumidor, mas, tem como capacidade minimizar custos que possibilita detectar os materiais que estão se perdendo e o motivo dessas perdas, garantindo uma redução dos gastos, auxilia também na eficácia dos produtos e previne recorrências, tem como objetivo final, a gestão de todo o caminho percorrido por um produto, garantindo a segurança da compra para o cliente final.

Ela também pode assegurar que as propriedades de segurança e qualidade do produto foram verificadas, como por exemplo: se os componentes de um determinado produto estão liberados para produção, país de fabricação, qualidade comprovada e tipo de material utilizado, priorizando a redução dos riscos de contaminação do material e facilitando localizar possíveis problemas e encontrar soluções.

A organização deve controlar a identificação única das saídas quando a rastreabilidade for um requisito, e deve reter a informação documentada necessária para possibilitar rastreabilidade. (ABNT NBR ISO 9001:2015).

2.1.4 IMPACTOS DO SISTEMA DE RASTREABILIDADE NA LOGÍSTICA

Segundo Rocha (2020, p. 73), alega que “em cada etapa do processo de logística de abastecimento ou suprimentos, a rastreabilidade de cargas auxilia na tomada de decisão no que compete à gestão de riscos no processo de distribuição”.

O uso desse sistema dentro do departamento de logística é essencial, pois essa inteligência tem influência nas condutas dos motoristas, efetuando melhores atitudes no trânsito, pois haja algum acontecimento atípico ou paradas indevidas o rastreador veicular poderá informar com precisão a geolocalização do automóvel.

Outro impacto conjunto ao sistema é a melhoria dos fluxos, pode-se visualizar o melhor caminho a ser seguido, otimizando o tempo e consumindo menos combustível gerando um ganho de produtividade e anulando recursos dispensáveis.

Implementar um sistema de rastreabilidade significa estabelecer uma correspondência direta entre o fluxo físico de mercadorias e o fluxo de informações associado a ele.

De acordo com o Grupo Serpa (2020, p. 253), “Os sistemas de gerenciamento tecnológicos contribuem de forma relevante para otimização dos recursos utilizados pelos operadores logísticos”.

Por meio de um sistema integrado, a rastreabilidade pode ser aplicada dentro de uma organização, esse sistema precisa unificar todas as etapas do processo de rastreamento incluindo uso de códigos para identificar produtos, adquirir informações e gerenciar os dados coletados.

Como por exemplo o uso de software de rastreabilidade ajuda a obter uma visão geral de todos os incidentes ocorridos com a carga durante o transporte, ao utilizar os softwares as empresa conseguem adquirir um controle logístico e como consequência a redução de furtos e acidentes durante o transporte, redução de custos e recuperação do investimento ao longo prazo, permite também que o transportador tenha informações mais precisas sobre o tempo de entrega da mercadoria, assim consegue escolher a melhor rota de entrega para que o material chegue ao destino o mais rápido possível.

2.1.5 CLASSIFICAÇÃO DA CURVA ABC

Se considerarmos a especificação de Felippes (2020, p. 28), entendemos que a curva ABC se relaciona a identificação estatística de materiais e que está embasada no princípio de Pareto, a importância dos materiais é destacada com base na quantidade e valor utilizado, além disso pode ser utilizada para identificar e classificar os consumidores com base no valor da compra ou rentabilidade atribuída para empresa, a rentabilidade proporcionada classifica os produtos da empresa.

Segundo Oliveira (2020, p. 12), O diagrama de Pareto é utilizado através de critérios de medição para localizar os pontos ineficientes do departamento, auxiliando onde ocorrem os gargalos e em qual ponto deve-se mirar.

O custeio baseado em atividades (abc) é um aliado eficaz na tomada de decisões e está relacionado à relevância das prioridades das empresas de gestão.

Este é um método de classificação que pode ordenar informações sobre o grau de importância do devido seguimento, para facilitar a análise, o processamento e a tomada de decisão, determina a ordem de prioridade, ou seja, separa cada elemento, com o objetivo de priorizar aqueles que possam agregar mais valor à organização.

É dividido em três categorias: Categoria A: classificação para itens que são extremamente importantes ou críticos para o negócio. Categoria B: classificação para itens de média importância. Categoria C: categoria dos itens relativamente sem importância.

2.1.6 ESTRATÉGIAS DE NOVAS POSSIBILIDADES DE ENTREGAS

Segundo Felippes (2020, p. 44), A administração da distribuição estratégica “caracteriza-se por decidir qual deve ser a configuração global do sistema de distribuição, ou seja, a localização dos armazéns, a seleção dos modais de transporte e o projeto do sistema de processamento de pedidos”.

A tática de utilizar transportes adequados a sua empresa pode trazer muitos benefícios como, materiais de construção que é comum a utilização de transportes de carga geral, pois há um grande giro de itens, quando se apresenta empresas com produtos menores como fastfood, ou, até mesmo para entregas com necessidades maiores de recebimento, o investimento em motocicletas é uma boa estratégia, flexibilizando seus meios de entrega diminuindo gastos e obtendo a satisfação dos clientes com a rápida entrega.

Além disso, a terceirização de frotas não pode ficar de fora, ajudando em sua eficiência nos processos logísticos dispensando o desembolso em manutenção da frota, a capacitação dos motoristas e recursos tecnológicos que otimizam o transporte de cargas.

3. MATERIAIS E MÉTODOS

Marconi e Lakatos (2017, p. 59), define que método é o conjunto das atividades sistemáticas e racionais que, com maior segurança e economia, permite alcançar o propósito de produzir conhecimentos válidos e verdadeiros, traçando o caminho a ser seguido, detectando erros e auxiliando as decisões do cientista.

O método de pesquisa possui um composto de procedimentos e técnicas que se destinam a conclusão de um entendimento, com os procedimentos e técnicas aplicadas é possível averiguar as informações proposta referente ao assunto abordado.

Desta forma este trabalho aplica métodos que ajudam a determinar as recomendações mais adequadas a serem aplicadas de acordo com a necessidade da empresa.

3.1 PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

Os processos metodológicos correspondem a toda uma soma de tomada de decisões e ações quanto à escolha das técnicas de pesquisa e método para o desenvolvimento de um trabalho científico.

Este projeto realizou-se por meio de pesquisas bibliográficas e coleta de dados, com o objetivo de identificar artigos, dissertações e livros sobre o tema abordado, que ajudam a constatar soluções mais adequadas com intuito de resolver a inconsistência apontada na empresa Casa das Correias.

3.1.1 QUANTO A NATUREZA

Se respeitamos a classificação definida por Kinchescki et al. (2015), verificamos que, quanto à natureza, apresenta de diferentes formas, cada uma com suas particularidades conforme o seu intuito que podem ser definidas como pesquisa básica ou pesquisa aplicada.

Quanto a natureza, a pesquisa utilizada é aplicativa, uma vez que é possível aplicar os instrumentos de estudo na empresa estudada, com o objetivo de resolver os impasses apresentados na empresa, a abordagem é qualitativa no qual foram coletadas informações por meios de dados estatísticos e porcentagens para obtenção de informações mais precisas.

3.1.2 QUANTO AOS FINS

Quanto aos fins, foi utilizado pesquisa exploratória e descritiva no estudo em questão, exploratória, onde foram necessários levantamentos de informações com funcionários e gestores da empresa, buscando novas oportunidades e desenvolvimento com objetivo de contribuir com novas perspectivas e hipóteses a respeito do desígnio estudado.

Pereira et al. (2018, p. 65), “é uma descrição e análise de algum caso que apresente alguma particularidade”.

Descritiva, pois foi necessário analisar, investigar e esclarecer referências existentes sobre o assunto.

3.1.3 QUANTO AOS MEIOS

Carvalho (2019, p. 44), afirma que estudo de caso é um modelo de pesquisa cujo procedimento volta-se para um caso específico com o objetivo de conhecer suas causas de modo abrangente e completo.

Quanto aos meios terá como foco, estudo de caso, a fim de tornar acessível as informações, coletas e resultados apenas de uma entidade jurídica e pesquisa bibliográficas, como base e reforço teórico de análise das pesquisas capaz de proporcionar melhor embasamento a respeito do tema abordado.

3.2 CARACTERIZAÇÃO DA EMPRESA

A empresa L.J. Guerra & Cia Ltda. – CNPJ: 04.501.136/0001-36 de NOME FANTASIA: CDC – CASA DAS CORREIAS está localizada na cidade de Manaus no estado do Amazonas na AV RODRIGO OTAVIO, N° 4050, Bairro JAPIIM. A mesma vende, comercializa importação e exportação, produtos domésticos, produtos de construção, correias, mangueiras, materiais elétricos, ferramentas e maquinários.

A Casa das Correias foi fundada em 1978 com o foco em comercializar correias, mangueiras e ferramentas para atender a Zona Franca de Manaus.

4. RESULTADOS E DISCURSSÕES

Fundamentado nos resultados obtidos do Diagnóstico Organizacional, constatou-se que o estudo de caso apontou pontos básicos em todas as áreas funcionais a serem melhorados.

4.1 GRÁFICO DAS ÁREAS MAIS CRÍTICAS

Gráfico 01: Medição de desempenho.

Fonte: Elaborado pelos autores com base na coleta de dados, 2021.

Observa-se no gráfico acima que a empresa possui as áreas de finanças e administração bem desenvolvidas e aplicadas, no entanto, os recursos humanos e marketing por serem áreas que tem um desempenho intermediário, não acarretam tantos problemas, porém, observa-se que a área mais crítica está o departamento de logística com problemas urgentes a serem solucionados, pois esses contratempos levam a disfunções dentro da organização.

4.2 QUADRO DA ÁREA MAIS CRÍTICA

Quadro 01: Área de Logística.

ÁREA FUNCIONAL NIVEL OU GRAU DE AVALIAÇÃO
LOGÍSTICA Ponto muito forte 5 Ponto forte 4 Ponto médio 3 Ponto fraco 2 Ponto muito fraco 1
1 Processo de ressuprimento obedece a alguns critérios de categoria ou classe? x
2 Acuracidade de produtos de revenda está controlada a nível sistêmico? x
3 O estoque está organizado por categorias de produto e ou classes? x
4 Há organização possui critérios para entregas urgentes? x
5 Área de estocagem possui condições adequadas no ponto de vista de ” Iluminação, climatização, Limpeza “? x
6 Há empresa possui Frota Terceirizada? x
7 Há empresa possui ” Sistema de rastreabilidade para entregas “? x
8 Trade-off; Custos (vs) velocidade de entrega. x
9 Controle sobre produtos obsoletos ou com validade vencida ou há vencer. x
TOTAL (Ʃ) 5 8 0 2 5
MÉDIA POR GRAU (POR COLUNA) 0,5 0,8 0 0,2 0,5
DESEMPENHO DA ÁREA 2

Fonte: Elaborado pelos autores com base na coleta de dados, 2021.

De acordo com os principais fatores mostrados no quadro 01, existem alguns itens problemáticos no setor de logística, muito importante para o custo-benefício dos serviços de entrega, o processo de rastreabilidade nas frotas é essencial para a otimização de menor custos com rotas, paradas para entregas e o consumo de combustível.

O problema de pesquisa é consistente em: Como otimizar os custos de distribuição a partir da implementação de sistemas de rastreabilidade?

4.3 PLANEJAMENTO DE AÇÕES

Quadro 02: Ações Interventivas.

Fonte: elaborado pelos autores em março/2021.

A partir do quadro de ações críticas pode-se estabelecer algumas propostas de melhorias a serem implementadas dentro da organização, a fim de diminuir gastos e recursos desnecessários, a partir da ferramenta 5W2H será definido sua meta, o real gargalo, quando se dará início e o valor a ser investido nessa melhoria.

4.3.1 IDENTIFICAR ATRAVÉS DA CURVA ABC OS CLIENTES DE CLASSE “A”:

Com a utilização da técnica de curva ABC, a casa das correias conseguirá identificar através desta técnica os clientes classe “A “, ou seja, quem são os consumidores mais ativos na empresa, os que realizam mais compras e em quantidade e valores maiores, somente desta forma será possível identificar por quem são priorizados e com isso priorizá-los.

Quadro 03: 5w2h – Identificar através da curva abc os clientes classe A.

Fonte: Elaborado pelos autores, 2021.

Verifica-se que o volume de vendas da empresa estudada é abissal e necessita de uma ferramenta que apresente quais clientes têm a maior representatividade no faturamento e sendo este um fator importante na decisão de priorizar o cliente.

Constata-se na empresa estudada que é necessário em alguns gargalos pontuais gerados na hora de entrega das vendas no varejo é fundamental fazer a melhor escolha que não sacrifique os clientes de maior volume de negócios, é fundamental para empresa manter seus custos operacionais controlados evitando assim aumentar seus preços de vendas para subsidiar custos com distribuição acima dos orçados no plano comercial.

Frota de veículos de entrega disponível opera com 80% da capacidade diariamente e em alguns dias do mês apresentam-se vendas extraordinárias que sobrepõem a capacidade disponível, sendo assim, optou-se por tomar as decisões de urgência nas entregas a partir da classificação ABC, os melhores clientes em faturamento terão suas entregas priorizadas.

4.3.2 ESTIMAR O TAMANHO DA FROTA ESPECÍFICA PARA ATENDIMENTO DOS CLIENTES CLASSE “A”

Após identificar os clientes classe “A”, que são os clientes que mais realizam compras e em maior quantidade, por meio de um sistema de controle de frota, a equipe de logística poderá realizar um planejamento e organização dos tipos de frotas e as disponibilidades dos mesmos para priorização de um rápido atendimento e/ou cumprir o prazo estipulado.

Quadro 04: 5w2h – Estimar o tamanho da frota específica para o atendimento dos clientes classe A.

Fonte: Elaborado pelos autores, 2021.

No quadro 4: Totalizaram-se também a partir da análise da curva abc de faturamento a utilização de frota específica para atender os clientes classe, esta ação se justifica considerando que, o diferencial competitivo da empresa estudada é o conceito de pronta entrega.

Atender o distrito industrial em suas necessidades emergenciais a pronta entrega no contexto de peças de manutenção industrial e insumos de segurança, é fundamental.

4.3.3 PROPOR O ESTABELECIMENTO DO PRAZO DE 48H PARA ENTREGAS DE VAREJO PARA CLIENTES CLASSE “B” E “C”

Com a utilização da técnica de curva ABC, identifica-se que os clientes da classe “B” e classe “C” são os menores participantes nas vendas, portanto, logicamente os de classes “A” serão sempre prioritários, então para que a L.J Guerra Cia Ltda. consiga atender todas as classes, é de suma importância a adoção de um prazo de 48 horas para entregas não prioritárias, não comprometendo as entregas aos demais clientes, porém com a certeza de que em torno de 48 horas o produto será entregue ao consumidor final.

Quadro 05: 5w2h – Propor o estabelecimento do prazo de 48h para entregas de varejo para cliente classe B e C.

Fonte: Elaborado pelos autores, 2021.

No quadro 5: Aponta-se a necessidade de estabelecer um padrão de nível de serviço para os clientes “B” e “C”, sendo que a partir do momento que os prazos de entrega estejam acordados em 48 horas eventuais reclamações de atrasos tendem a reduzir, esta prática busca trazer transparência e satisfação aos clientes.

Este prazo de 48 horas também foi um resultado obtido a partir da análise da curva “ABC” da expedição onde notou-se o resultado médio de 48 horas para entrega de 80% das vendas realizadas.

4.3.4 ESQUEMATIZAR A INSERÇÃO DOS PROCESSOS DE RASTREAMENTO DE FROTAS POR SATÉLITE

GPS (Sistema de Posicionamento Global), conhecida como uma inteligência moderna que pode ajudar muito no trabalho logístico da organização, é capaz de fornecer com precisão a localização de sua frota, evitando desvios controlados através de relatórios de tráfego simultâneo, incluindo data/hora e o veículo, melhorando a qualidade dos percursos, otimizando o tempo e tendo como benefício os status da entrega. No quadro 5: observa-se o processo de introdução de rastreamento de frota.

Quadro 06:5w2h – Esquematizar a inserção dos processos de rastreamento de frotas por satélite.

Fonte: Elaborado pelos autores, 2021.

Para viabilizar o rastreamento, será instalado em cada veículo, antena, terminal de mensagens, transmissor e receptor de sinais, os primeiros passam por viabilizar que a proposta de solução é comprar e instalar um rastreador veicular, implantando dentro dos doze caminhões de sua própria frota, disponibilizando o acompanhamento das rotas para ordenar as desalinhadas que estão gerando um possível custo elevado, com a consumação de combustível e horas extras de percurso.

Observa-se que as ferramentas de rastreamento e gestão de frotas tem o objetivo de gerenciar os custos operacionais a partir da maximização da utilização da frota, proporcionando a utilização eficiente dos equipamentos bem como proporcionar a criação de novas estratégias de distribuição.

4.3.5 ESTABELECER CRITÉRIOS E RECURSOS PARA GESTÃO DE ENTREGAS EMERGENCIAIS:

Deve-se obedecer como critérios a serem julgados nas entregas emergentes, a análise classificatória de clientes classe “A”, serem atendidos a princípio, de onde provêm mais lucros, não dispensando recursos com cargas menores e de menor valor.

Utilizar motocicletas para as entregas urgentes, assim, proporcionando aumento da satisfação dos clientes acrescentado de custos reduzidos aos processos de distribuição de produtos com demanda urgente.

No quadro 7 propõem-se uma nova prática que estabeleça critérios específicos para autorização e utilização das motocicletas.

Quadro 07: Estabelecer critérios e recursos para gestão de entregas emergenciais.

Fonte: Elaborado pelos autores, 2021.

Destaca-se que é de fundamental importância se normatizar a utilização deste recurso para que, o mesmo, não seja banalizado e com isso acrescente custos não contemplados quando da formação de custo dos produtos.

Verificou-se que a utilização das motocicletas para entregas emergências tem sido uma excelente estratégia do ponto de vista da satisfação dos clientes, porém do ponto de vista da empresa estudada pode não ser a melhor solução operacional considerando o custo x benefício, portanto é fundamental um controle especial sobre esta prática.

5. CONSIDERAÇÕES FINAIS

Conclui-se que apresentar um conjunto de soluções de logística de transporte apresenta propostas adequadas a deficiência referente a logística da empresa e seus custos.

Foi realizada uma pesquisa organizacional identificando a problemática da empresa através da análise de registros e arquivos e posteriormente sugerindo a proposta de implementação de processos de rastreabilidade a fim de diminuir os custos e obter otimização dos recursos, dispondo a demonstração de pesquisa e avaliação de regulamento para melhoria dos setores de logística e operacional da empresa Casa das Correias,  buscando planos para que a organização detenha estratégias e implementação de recursos de melhoria na área de rastreabilidade, e garantir um aumento nos lucros na produtividade nos serviços de entregas, tendo seus clientes satisfeitos, e com isso adquirindo um ambiente agradável para os seus subordinados.

Os objetivos gerais, foi localizar por meio de levantamento bibliográfico as principais ferramentas alternativas para redução do custo de distribuição no varejo. Os Objetivos Específicos, foi localizar por meio de levantamento bibliográfico as principais ferramentas de otimização do custo de distribuição no varejo, analisar quais ações podem ser executadas na empresa estudada, esboçar uma estratégia de distribuição que eleve o nível de serviço nas entregas sem aumentar os custos.

Segundo a pesquisa de campo realizada na Casa das Correias, foi feita uma análise de vários pontos de acordo com as necessidades do setor, isto é, através da implantação de rastreabilidade, teve equilíbrio no serviço de entregas, com melhoria no desperdício de custo e tempo, e com isso possui ponto forte de área mais crítica.

Desse modo a empresa JL GUERRA CIA LTDA, e com a eficiência da equipe a partir das ferramentas efetivas os problemas diminuíram no desperdício de gastos.

Tendo rotas para cada ponto da cidade de Manaus. Com a coleta de dados que foram analisadas com a pesquisa de campo, bibliográfica e entrevista a empresa teve uma melhoria nos resultados obtidos.

REFERÊNCIA

CARVALHO, L. O. R. et al. Metodologia científica: teoria e aplicação na educação a distância– Petrolina-PE, 2019, p.84.

CAVANELAS, V. M. DE M. (org.) Comércio Exterior: Novos Paradigmas. Belo Horizonte, Grupo Serpa, 2020, p.257.

CORRÊA, L. N. Metodologia Científica: Para Trabalhos Acadêmicos e Artigos Científicos, Independently Published, 28 de junho de, p. 139, ISBN 1983311855, 9781983311857. 2018. Disponível em: https://amz.onl/6D65jEY. Acesso em: 26/03/2021.

FELIPPES, M. LOGÍSTICA: TERMOS TÉCNICOS, edição ebook kindle, Brasília-DF, p.210, volume 1 2020. Disponível em: https://amz.onl/2LGIJyp Acesso em: 27/03/2021.

KINCHESCKI, G. F. et al. Tipos de metodologias adotadas nas dissertações do programa de pós-graduação em administração universitária da Universidade Federal de Santa Catarina, no período de 2012 a 2014. Universidade federal de Santa Catarina, p. 1 a 16, 2015.

LAKATOS, E. M. Fundamentos de metodologia científica / Marina de Andrade Marconi, Eva Maria Lakatos. – 8. ed. – São Paulo: Atlas, 2017, p. 368.

LIBÓRIO, D. TERRA, L. Metodologia científica. São Paulo: Rede internacional de universidade Laureate, 2015, p.94.

MARTINELLI, L. A. S. Custo logísticos – Curitiba, e-Tec Brasil,2013, p.136.

OLIVEIRA, R. Princípio de Pareto 80/20: Para Maximizar os Resultados (trabalhe menos e faça mais – 20% das causas resolvem 80% dos problemas), e de fevereiro de p.49 2020. Disponível em: https://amz.onl/2qaGJSi. Acesso em 26/03/2021.

PEREIRA, A. S. et al. Metodologia da pesquisa científica. Universidade Federal de Santa Maria, UAB/NTE/UFSM. Santa Maria, 2018, p.119.

ROCHA, C. Gestão de Processos logísticos, edição ebook kindle. 24 de abril de 2020, p. 97, https://amz.onl/9BMfDx0. Acesso em: 27/03/2021.

ROSA, R. de A. Gestão logística, 3. ed. rev. atual. – Florianópolis: Departamento de Ciências da Administração / UFSC; [Brasília]: CAPES: UAB, 2014, p.178.

SILVA, D. P. da. et. al. Rastreabilidade na ostreicultura: conceitos, fundamentos e casos de sucesso. – Brasília: Sebrae, 2015. /2021, p.133.

[1] Graduando em Administração.

[2] Graduando Administração.

[3] Graduando Administração.

[4] Mestrado profissional em Engenharia de produção. Especialização em Gestão em Logística empresarial. Graduação em Administração com Ênfase em Marketing.

Enviado: Abril, 2021.

Aprovado: Maio, 2021.

5/5 - (10 votes)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pesquisar por categoria…
Este anúncio ajuda a manter a Educação gratuita