Publicar Artigo Cien

Como fazer um Projeto? Projeto Nota 10! Mestrado – Doutorado – Dicas Importantes!

5/5 - (5 votes)

Em nosso post de hoje iremos apresentar algumas dicas que podem lhe ajudar a desenvolver um projeto de pesquisa de excelência. Contudo, como temos percebido, diversos alunos têm dificuldades quanto à elaboração de um projeto de pesquisa ou mesmo de um anteprojeto.

Assim, ao longo desta discussão, ajudaremos a sanar tais dificuldades. Esteja você em um curso de graduação ou com a pretensão de ingressar em um curso de mestrado ou de doutorado, as dúvidas quanto a essa elaboração são muito naturais.

Mesmo que já esteja dentro de um programa e não saiba como elaborar esse projeto, este post é para você. É muito comum que esse tipo de produção seja requerido na disciplina de Seminários de Pesquisa. Logo, este post atende às necessidades dos mais diversos perfis de pesquisadores e que estão em momentos diferentes dessa jornada, mas conectados por um interesse em comum.

O ineditismo da pesquisa

Algumas demandas da CAPES têm feito com que os programas exijam de seus alunos a atenção em alguns pontos específicos na elaboração de materiais científicos diversos, como é o caso dos projetos.

E o ineditismo é sem dúvidas um dos pontos dos quais esse projeto não pode se desvencilhar. Nesse sentido, acreditamos que antes de nos atentarmos ao projeto em si, é fundamental que compreendamos o que é o ineditismo para que compreendamos as demais exigências da CAPES.

Logo, o primeiro mito que precisamos desmistificar é a ideia de que o inédito aponta para a criação de algo novo. Muitos acreditam que é preciso “reinventar a roda” e partir de uma tese totalmente nova, contudo, não é bem assim, mesmo porque, para que um material possa ser desenvolvido é preciso que o pesquisador parta de uma base sólida.

A importância da base científica

Todo material precisa de uma base científica sólida para que seja aprovado. Dessa forma, a ideia do ineditismo aponta para a necessidade de que o pesquisador não faça mais do mesmo, mas que apresente uma nova visão para a linha de pesquisa com a qual está contribuindo.

Por exemplo, se há o entendimento de que já existem diversos materiais sobre a importância do lúdico na formação e desenvolvimento de crianças na educação infantil, a missão é a de trazer uma nova contribuição para essa área.

Você pode sim trabalhar com essa ideia, porém, não pode fomentar um mesmo olhar quanto a isso. Além disso, é tarefa do pesquisador, também, encontrar uma justificativa para que possa discutir sobre esse tema, uma vez que já há muitos materiais. Nesse contexto, o estado da arte pode contribuir com você, visto que ele permite que chegue a uma lacuna deixada por outras pesquisas.

O estado da arte e as lacunas de pesquisa

São as lacunas de pesquisa que garantem que continuemos trabalhando com temas e ideias inéditas e necessárias em um momento histórico específico. Se você pesquisar em uma base de dados sobre o lúdico na educação infantil, irá se deparar com milhares de artigos.

O estado da arte e as lacunas de pesquisa

Assim, a fim de que você possa chegar a uma lacuna, terá que ler os materiais, que poderão ser selecionados a partir de alguns critérios, para chegar a um ponto que ainda precisa ser mais bem explorado.

Uma lacuna possível seria o trabalho com uma brincadeira específica com crianças de uma faixa etária específica.

Um teste que poderia ser feito, e nele residiria o ineditismo, seria a aplicação de certas brincadeiras com um grupo de crianças em contraposição a outro grupo que não foi alvo de tais brincadeiras. Logo, o mesmo vale para aqueles pesquisadores que querem trabalhar com dietas específicas para atletas.

Como filtrar as informações e chegar ao ineditismo?

O desafio é o de encontrar algo que não tenha sido discutido sobre um tema ainda. Sendo assim, tomando como exemplo o tema das dietas para atletas, é possível observar que há diversos artigos que já discutiram sobre os tipos de proteínas e carboidratos que são necessários para o desenvolvimento dos atletas praticantes dos mais diversos tipos de esportes.

No entanto, para que esse tema possa ser válido e debatido novamente em meio a tantas informações já existentes, é preciso que você se ampare no estado da arte para chegar a um problema de pesquisa atual e necessário para o momento no qual vivemos.

O estado da arte pode lhe ajudar a chegar a um problema de pesquisa inédito!

Como filtrar as informações e chegar ao ineditismoNesse contexto, uma das possibilidades de trabalho com o tema das dietas para atletas seria a realização de algumas mensurações específicas junto a um ou mais grupos de atletas com o intuito de observar os efeitos desse estudo nos atletas envolvidos com a pesquisa, o que garantiria o ineditismo da pesquisa.

Observação: pesquisas que envolvem pessoas ou animais devem, antes de serem aplicadas, passarem pelo Comitê de Ética para que possam ser aprovadas.

A pesquisa sobre o tema

Quando pensamos em um projeto de pesquisa de excelência, o primeiro aspecto com o qual devemos nos preocupar é com o tema e com o problema de pesquisa. Assim, será somente após a definição de um tema que você poderá realizar uma pesquisa sistemática para lhe ajudar a chegar a um problema de pesquisa conveniente para o momento em qual vivemos.

Nesse contexto, há uma série de bases de dados que podem lhe auxiliar nessa tarefa, como a Google Acadêmico e a Scielo, e que ainda são gratuitas. Além disso, os repositórios de dissertações e teses da CAPES e das próprias instituições também reúnem materiais seguros e de qualidade.

Assim, a fim de que você possa construir um bom projeto, será essencial que você pesquise muito e pense em qual será o problema que deverá ser abordado em sua pesquisa. A escolha do tema irá facilitar essa busca, pois fará com que você tenha um foco mais definido na hora de tentar encontrar o problema de pesquisa.

O ineditismo, portanto, reside na lacuna de pesquisa por você encontrada. Se você tem dúvidas sobre como fazer essa pesquisa de forma sistematizada, não deixe de consultar os nossos posts anteriores sobre o estado da arte.

A pesquisa sistematizada e os seus benefícios

Se você está elaborando um projeto de pesquisa é porque, de alguma forma, você tem que realizar uma pesquisa para conhecer melhor o seu tema e para encontrar subsídios para atender aos objetivos ligados ao seu problema de pesquisa, certo?

A fim de que possa chegar até esses materiais, é preciso partir de critérios específicos. Sendo assim, ao chegar a esses materiais, deverá selecionar aqueles que são mais coerentes para a sua pesquisa atual. Dessa forma, a leitura dos resumos podem lhe ajudar nesse processo. O estado da arte fará com que você chegue à lacuna mais coerente para a sua pesquisa.

A construção do projeto de pesquisa

Posto o contexto acima, o projeto de pesquisa deve ser iniciado com a apresentação do contexto que fez com que você chegasse no tema que escolheu, o problema, objetivos, metodologia e até mesmo conceitos teóricos. Ele deve expressar os motivos que fazem com que a sua pesquisa seja importante e interessante para o contexto que estamos vivenciando hoje.

A construção do projeto de pesquisa

Para isso, é importante que, antes de tudo, deixe muito claro no início de sua contextualização que realizou uma pesquisa e que entre os estudos que encontrou não se deparou com nenhum outro estudo que abordasse o mesmo problema, pois assim você estará enfatizando o ineditismo de sua pesquisa.

Também é importante que durante a contextualização você vá traçando um cenário até chegar ao problema da pesquisa e a pergunta norteadora, que mais para frente serão respondidos pelos objetivos da pesquisa.

A justificativa e a relevância de uma pesquisa

Para a apresentação da justificativa da pesquisa, indicamos que apresente como você chegou a essa lacuna, porque esse processo de demonstração irá expressar os motivos que justificaram a proposição desta pesquisa em específico.

Deixe claro que a literatura relacionada a esse ponto que irá explorar tem lacunas. Caso seja possível, abra um tópico para o estado da arte. Ele pode ser demonstrado de forma textual e a partir de elementos visuais.

Nesse contexto, caso a justificativa da sua pesquisa se baseie na escassez ou falta de materiais sobre o assunto, não afirme em seu estudo que não existem pesquisas relacionadas a esse tema, porque não conseguimos saber se isso realmente é verdade pela quantidade de informações que existem e são produzidas atualmente.

O intenso fluxo de informações

Hoje, temos contato com tantas informações que é impossível que nada tenha sido falado sobre uma certa questão. Nesse sentido, é fundamental que tomemos cuidado com certos tipos de afirmações. Nós somos seres humanos e não somos capazes de apresentar todas as informações quanto a uma dada questão, por mais que dominemos o tema.

O que você pode frisar na redação desse material é que ao digitar certos descritores nas bases de dados x, y e z não foram encontrados materiais científicos com o mesmo viés que você deseja abordar, uma vez que se preocuparam com outras questões.

Quando você aponta que nenhum estudo trabalhou com essa abordagem, resguardará o ineditismo de sua pesquisa. Com isso, você estará trabalhando com um problema de pesquisa real, urgente e necessário para a vida social como um todo.

A execução da redação de um projeto

Na redação de seu projeto é essencial que antes da apresentação de seu problema de pesquisa você discorra sobre o contexto que fez com que chegasse a essa lacuna específica de pesquisa.

O contexto é o primeiro elemento na produção de um texto, e é por meio dele que você conseguirá chegar na pergunta problema, que é a questão norteadora da pesquisa. Esta questão, por sua vez, guiará o processo de construção do seu texto do início ao fim. Nessa sequência, após a apresentação do problema de pesquisa tem-se a apresentação dos objetivos específicos.

A execução da redação de um projeto

Eles se dividem entre geral e específicos, sendo o geral a resposta que você busca para o seu problema de pesquisa e os específicos, os caminhos que você tomará para chegar à resposta ou à solução para o seu problema de pesquisa.

Assim, para a formulação desses objetivos é importante que a pesquisa tenha um problema de pesquisa muito bem definido, pois é através deste que os objetivos surgiram de uma forma muito natural.

Os objetivos de uma pesquisa

A fim de que os objetivos apareçam de uma forma natural em sua pesquisa, é crucial que você tenha um problema de pesquisa muito bem definido, pois o principal intuito de um objetivo geral é o de responder esse problema. O objetivo geral aponta como você irá compreender e analisar essa questão de pesquisa.

Sendo assim, há alguns verbos específicos que podem lhe ajudar a demonstrar ao leitor como você pretende olhar para esta questão, como, por exemplo, os verbos analisar, compreender, demonstrar e investigar uma dada questão.

Após escolhido o problema geral, basta definir os objetivos específicos que nada mais são do que os caminhos a serem tomados para chegar a essa resposta.

Esses objetivos, por sua vez, irão nortear a construção dos capítulos de seu trabalho. Cada objetivo costuma assumir um capítulo específico.

Assim, a partir dos objetivos específicos você deve deixar claro ao leitor que se trata de uma proposta para chegar à resposta para esse problema de pesquisa delimitado. Entretanto, nem sempre é possível chegar a uma resposta definitiva para esse problema, o que tira o sono de muita gente.

Por que nem sempre é possível chegar a uma resposta?

Em um projeto é impossível chegar a uma resposta definitiva, pois é somente através da execução desse projeto que você conseguirá chegar a essa resposta. Nesse caso, os professores apenas irão avaliar se o projeto apresenta uma coerência na exploração dos elementos básicos que perpassam por uma pesquisa, sendo eles o contexto geral, o problema de pesquisa, os objetivos, métodos de pesquisa e conceitos teóricos.

É a partir dessa análise do projeto que o seu orientador irá fornecer algumas sugestões para que essa pesquisa seja elaborada da melhor forma possível. São essas sugestões que farão com que essa pesquisa adquira mais robustez.

Faculdade, um desafio na vida de um jovem!

Como tem sido a faculdade para o jovem atualmente
Você está com dificuldades para escolher um CURSO? Então vamos lá! Respire, reflita e leia este post para NÃO ERRAR!

É comum ter o artigo científico rejeitado?

Atenda à proposta da revista
Quando falamos que um artigo científico pode ser rejeitado, isso não significa que ele seja rejeitado por completo. CONFIRA!

Publicação científica – O que é registro DOI?

As tecnologias por detrás do número DOI
O número DOI nada mais é do que o “RG” de uma produção científica, garantindo a identificação e o acesso permanente a esse material!

Dúvidas? Sugestões? Deixe seu Comentário!

Digite seu comentário!
Informe seu Nome aqui