Artigos Científicos: Como abrir Portas Publicando Artigos?

0

A importância da publicação no contexto acadêmico

Olá, tudo bem? Em nossa conversa de hoje iremos retomar, novamente, um assunto que é muito importante e interessante para a carreira de todo e qualquer pesquisador: a publicação de artigos científicos.

Diariamente, apresentamos, a partir dos nossos posts, dicas para que você publique o seu artigo científico, contudo, hoje iremos apresentar alguns motivos que podem te ajudar e inspirar a publicar as suas indagações, inquietações e reflexões sobre seus assuntos de interesse e relacionados à sua linha de pesquisa/atuação.

Como sabemos, a fim de que possamos nos destacar no contexto acadêmico é preciso que adotemos algumas estratégias para que nos conheçam nesse meio, uma vez que, a cada dia, novas pesquisas são publicadas.

Ganha atenção quem faz uso das estratégias mais certeiras, e, sem dúvidas, a publicação de artigos científicos pode ajudar você a alcançar um bom status de pesquisador.

Potencializando o meu currículo com a publicação de artigos

Potencializando o meu currículo com a publicação de artigosPara nos consolidarmos na academia, isto é, para que as pessoas conheçam os nossos trabalhos e as nossas inquietações enquanto pesquisadores, é crucial que adotemos algumas estratégias que devem propiciar a divulgação do conhecimento por nós produzido: lembre-se, para que as pessoas te conheçam, é preciso que você forneça caminhos para isso, e, desse modo, participar de forma frequente e assídua de eventos científicos para divulgar esse conhecimento, bem como publicar os resultados dessa participação podem fazer com que você comece a ser citado e lido pelas mais diversas pessoas com interesses de pesquisa/acadêmicos semelhantes aos seus.

É por esse motivo que ao nos propormos a escrever um artigo científico que devemos escolher um público-alvo que esteja de acordo com os nossos interesses, pois, do contrário, a nossa produção pouco impactará, e, desse modo, não conseguiremos construir um legado.

Por que publicar artigos científicos?

Embora existam diversas estratégias nas quais podemos nos apoiar para fazer com que o conhecimento por nós produzido circule entre as pessoas, construindo, assim, uma boa reputação enquanto pesquisadores, julgamos que os artigos científicos é uma das estratégias mais viáveis para construir esse legado.

Isso se dá em virtude do fato de que os artigos científicos, na verdade, fazem parte de um planejamento estratégico que permeia a vida de todo e qualquer pesquisador. É um processo que deve fazer parte da sua vida intelectual e acadêmica.

Acreditamos que os artigos sempre impactaram, de alguma maneira, a comunidade científica, porém, hoje em dia, ele possui uma aceitabilidade muito maior, uma vez que retratam um assunto de forma mais rápida e atualizada, o que contribui para com essa maior aceitação por parte de todos, sejam essas pessoas acadêmicas ou não.

A função social dos artigos científicos

A função social dos artigos científicosDevido às características que elencamos, o artigo científico possui uma função social e profissional, pois é a partir desse instrumento que exercemos o nosso papel de pesquisadores e divulgamos, de forma transparente, o que fazemos nas universidades espalhadas por todo o país.

Contudo, precisamos destacar que, por razões culturais, no Brasil não possuímos esse hábito da publicação.

Na verdade, não possuímos o hábito da leitura e escrita contínuas. É por esse motivo que sempre apresentamos as vantagens dos artigos e as dicas para que essas produções sejam publicadas: queremos que você contribua para com o mundo ao nosso entorno com os seus próprios artigos.

Você e as suas ideias são cruciais para que a ciência continue a se desenvolver em nosso país.

Nós temos como missão auxiliar a sociedade a viver com mais qualidade de vida no que toca às mais diversas dimensões da vida humana.

Os artigos como uma forma de emancipar a sociedade

Acreditamos que o conhecimento é verdadeiramente transformador: a sociedade apenas é capaz de mudar quando fornece-se, a ela, meios que fomentam essa mudança.

É nesse sentido que entendemos que os artigos são capazes de emancipar as pessoas que dão forma à sociedade, pois o saber realmente transforma vidas.

Para tanto, é preciso que as pessoas tenham acesso às informações de qualidade.

Vivemos em um mundo que preza pela agilidade, e, dessa forma, materiais muito extensos são lidos por poucas pessoas, uma vez que a maior parte dos sujeitos alegam que não leem pela falta de tempo. Como os artigos possuem menos páginas, conseguem chegar as pessoas com mais facilidade.

Assim sendo, é dever daqueles que se debruçam sobre um assunto fazer com que o conhecimento chegue à todos.

A melhor forma de potencializar esse acesso é por meio da publicação de artigos científicos.

O status atual dos artigos científicos

A cada dia, a reputação dos artigos científicos se torna mais positiva.

Mesmo que não tenhamos o hábito da publicação científica, é válido ressaltar que ela é ideal e fundamental para reverter essa situação, devido ao caráter emancipador do conhecimento.

Nesse sentido, é necessário que caminhemos para uma mudança de mentalidade/postura.

Nós, enquanto pesquisadores, temos, também, uma função social: universalizar e acessibilizar o conhecimento.

Apenas conseguiremos fazer isso à medida em que formos divulgando esse conhecimento.

Parta sempre do princípio de que aquilo que você conhece/estuda não necessariamente será conhecido por outras pessoas.

É exatamente essa a contribuição que você tem a fazer nessa jornada para tornar um mundo melhor.

Por exemplo, suponhamos que a sua área de atuação é a da educação física.

Caso queira saber sobre outras coisas, precisa ter contato com esse saber.

Os artigos e o conhecimento multidisciplinar

Mesmo que priorizemos uma área do conhecimento, devemos manter em mente que o ser humano é composto por diversas áreas, e, desse modo, os interesses de conhecimento também perpassam por áreas distintas.

Assim sendo, para que possamos compreender teorias e ideias de outras áreas, a consulta a artigos científicos produzidos pelos pesquisadores das mais diversas linhas de pesquisa dessas áreas é crucial para nos formemos de forma integral e não de modo fragmentado.

Nesse sentido, os artigos científicos dão vida à uma rede de conhecimento, pois faz com que tenhamos acesso, inclusive, à informações de qualidade que não necessariamente estamos estudando.

É a publicação de artigos que impulsiona e fortalece essa rede de conhecimento em que nos apoiamos.

Nessa rede, a cada dia, as mais diversas pessoas interagem e contribuem umas com as outras.

As redes de interação

As redes de interação

Nas redes de interação propiciadas pelos artigos, interagem pesquisadores, estudantes de diversos níveis (desde o ensino básico até os alunos de mestrado e doutorado), profissionais de mercado e a sociedade como um todo.

Todas essas pessoas procuram por informações seguras e de qualidade para aprenderem mais sobre um determinado assunto de seu interesse, seja esse interesse pessoal profissional ou acadêmico.

É esse o poder dos artigos: divulga-se o conhecimento de forma acessível e ampla, perpassando pelos mais diversos setores que sustentam a vida em sociedade.

Trata-se de uma campanha em prol da conscientização das pessoas acerca das fontes nas quais se amparam para se informar.

Atualmente, as fakes news espalham-se nos mais diversos contextos, o que torna os artigos ainda mais essenciais para combater esse problema que assola não só o Brasil, mas o mundo, como um todo.

Os artigos como uma forma de se mudar hábitos

Os artigos como uma forma de se mudar hábitosTemos, hoje, um problema que precisa ser debatido e enfrentado com urgência: diversos estudos, de linhas de pesquisa distintas, têm se debruçado no fenômeno das fakes news.

Na mesma proporção que, a cada segundo, novos artigos, seguros e de qualidade, são publicados, notícias falsas são espalhadas na rede.

A falta de cuidado com o que lemos e escrevemos alavanca esse problema.

Até mesmo os grandes veículos midiáticos divulgam essas notícias que não são verdadeiras, deixando todos confusos, sem saber no que ou em quem acreditar.

A melhor forma de não correr esse risco é procurando por informações nos locais corretos, porém, para isso, é preciso que essas pessoas sejam ensinadas a pesquisar e precisam entender como funcionam as bases de dados, pois, apenas dessa forma, conseguirão ler materiais com a qualidade comprovada.

Qual o tipo ideal de artigo?

Existem artigos publicados por blogs e sites semelhantes, contudo, esses materiais não passam por qualquer tipo de análise e avaliação, e, desse modo, não é possível saber se as afirmações que lá se encontram são seguras.

Isso não ocorre com os artigos científicos, pois, para que sejam aprovados, precisam atender ao que chamamos de rigor científico: precisamos dominar a escrita acadêmica, não podemos nos apoiar em achismos, estereótipos, impressões e afirmações sem fundamento e precisamos ter uma base teórica e metodológica sólida para que esse material possa ser aprovado e, enfim, circular na rede.

Algo muito importante nesses textos é a questão do embasamento. Parte-se da ideia dos mais diversos autores que se debruçaram no tema, e, desse modo, as afirmações feitas são científicas, e, portanto, confiáveis, podendo ser repassadas a sociedade como um todo de forma segura e rápida.

De que forma um artigo contribui com a sua carreira?

Para que o seu artigo seja lido e acessado por um determinado perfil de pessoas, é preciso tomar certos posicionamentos.

Por exemplo, se você deseja publicar o seu artigo em inglês, é preciso ter claro em mente que as pessoas que lerão esse material precisam dominar a língua em questão, e, em nosso país, a maior parte das pessoas não são falantes de inglês, pois essa não é a nossa língua nativa.

Caso esse material esteja em português, a sua circulação pode ser maior, pois o idioma é a nossa língua-mãe.

Ao escrever em inglês, a sua produção direciona-se a uma pequena parcela da população brasileira.

Contudo, você pode impactar a comunidade científica local e internacional escrevendo esse artigo em português e em outros idiomas, caso seja o seu objetivo enquanto pesquisador.

Com isso, você direciona a população que terá acesso ao seu material, que pode ser mais ou menos abrangente, a depender de suas escolhas.

As bases de dados fechadas e como impactam no acesso ao seu artigo

Além das bases de dados gratuitas, em que não precisamos pagar para ter acesso aos artigos por ela publicados, existem, também, as bases de dados fechadas.

Nessas bases, para que as pessoas consigam baixar e ler o seu material, precisarão pagar por esse acesso.

Não é uma quantia barata, e, desse modo, novamente, você terá um perfil muito específico de pessoas que terão acesso à sua obra, o que faz com que o alcance e o impacto desse artigo seja menor, pois você estará filtrando quem terá acesso a esse material.

Caso opte por revistas indexadas em bases de dados abertas, sobretudo na Google Acadêmico, esse acesso com certeza será maior, pois essa base abrange materiais de diversas áreas e não é preciso pagar pela maior parte dos materiais, tanto para baixar quanto para ler.

Como as pessoas se informam pelo Google, é mais vantajoso ter os seus materiais circulando nessa plataforma em específico.

Por que investir em bases de dados abertas?

Por que investir em bases de dados abertas?

Ao permitir que o seu material circule em uma base de dados aberta, você estará fazendo com que esse material seja mais visualizado, uma vez que pagar para ler artigos não é algo viável para a maior parte das pessoas no contexto brasileiro.

Os mais diversos perfis de pessoas procuram pelas informações pelo Google, em momento diversos, desde momentos em que precisam, de fato, estudar, ou na fila de um banco ou na espera por uma consulta.

Quanto mais rápido e acessível esse conhecimento, maiores são as chances de a sua publicação ser lida e consumida.

É interessante ressaltar, também, que as pessoas filtram o que serve e o que não serve, tornando-se cada vez mais criteriosas em relação ao que vão se permitir a ler, sobretudo pelo argumento da falta de tempo.

Essas pessoas têm se conscientizado, também, acerca da importância de se consumir informações seguras e de qualidade.

A conscientização da população

Cada vez mais, não só em uma perspectiva local, mas global, as pessoas têm se preocupado em procurar e investigar em locais mais seguros, contudo, como vimos, as fakes news ainda pertencem à uma realidade a ser combatida.

Como o mecanismo de pesquisa mais acessado é o Google, investir nessa plataforma para indexar os seus materiais é uma forma de potencializar o acesso aos seus artigos.

Com a publicação do artigo, as pessoas conseguem te enxergar e saber quais são as suas inclinações.

Se o seu interesse se volta à publicação apenas para pessoas inseridas no contexto acadêmica, mantenha em mente que as estratégias a serem tomadas são diferentes daquelas que seriam mais viáveis caso o seu interesse fosse o de captar a atenção da sociedade como um todo.

Pessoas do contexto empresarial também se apoiam em artigos para tomarem as suas decisões diariamente.


Download Artigos Científicos: Como abrir Portas Publicando Artigos?


Como publicar Artigo Científico

Dúvidas? Sugestões? Deixe seu Comentário!

Digite seu comentário!
Informe seu Nome aqui