Como apresentar um artigo científico?

0
5/5 - (4 votes)

Os créditos nos programas de pós-graduação

Olá, tudo bem? Temos conversado com você bastante sobre como funciona o mundo acadêmico, e, até esse momento, você deve ter percebido que ao ingressar num curso de pós-graduação, por exemplo, você tem inúmeras responsabilidades para com o seu programa que aparecem na forma de créditos a serem cumpridos em um determinado período de tempo. Uma dessas responsabilidades é a participação em eventos científicos.

Você perceberá que é bem comum que para que você possa participar desses eventos, muito provavelmente você terá que submeter um trabalho científico e, posteriormente, apresentá-lo. É sobre essa apresentação que quero conversar com você hoje. Não basta apresentar um trabalho, antes disso existe uma série de etapas que precisam ser cumpridas para que você se faça compreendido nesses eventos acadêmicos.

Para que serve uma apresentação de artigo científico?

Bom, o principal objetivo para se fazer a apresentação de um trabalho em um evento científico é saber articular o que você escreve com o que você fala sobre o seu tema de pesquisa. Em outras palavras, é uma forma de resumir o seu trabalho escrito em algumas situações específicas, como em uma banca de qualificação ou defesa; em um evento científico; pode ser apresentado no mercado de negócios; em uma palestra, enfim, são muitos os motivos pelos quais você pode vir a ter que apresentar o seu artigo científico.  Com a apresentação do seu estudo no mundo dos negócios, por exemplo, você pode até conseguir investidores.

Faça uma boa apresentação e defenda bem o seu estudo que a sua pesquisa será atraente para as mais diversas esferas, sejam elas acadêmicas ou não.

Premissas essenciais da apresentação

Premissas essenciais da apresentação

Para que você seja capaz de fazer uma boa apresentação, existem alguns passos que você pode seguir para alcançar o êxito ao expor o seu tema em situações diversas.  Existem informações fundamentais que não podem faltar nesse processo de elaboração. Esses passos garantem a qualidade do início ao fim nessa exposição.

A primeira coisa que você deve considerar quando for apresentar o seu artigo científico é que se você se encontra em uma instituição que exige como trabalho de conclusão de curso um artigo científico ou se você estiver em um congresso, seminário, colóquio ou semelhantes, é fundamental que você se atente às normas, tanto para submeter o seu artigo quanto para apresentar esse mesmo material. Existem algumas coisas que você precisa se ater quando for apresentar. Não se esqueça de olhar sempre no site da instituição/congresso para verificar se existe algum tipo de recomendação aos autores.

Fique atento às normas!

Após ter o seu artigo aceito, você deve agora pensar em sua apresentação. Algumas instituições são mais flexíveis em relação às normas para a apresentação, contudo, fique atento se ela faz algum tipo de recomendação sobre a cor do slide, tamanho das fontes, tipo das fontes, citações e semelhantes.

Outra coisa bastante importante que você deve verificar é sobre o tempo da duração da sua apresentação. Existem intuições que já fornecem um modelo/roteiro para a apresentação que é adequado para o período de tempo que estipulou para cada apresentação. Geralmente, as instituições organizadoras podem propor o que você pode colocar em cada slide para que você seja capaz de fazer uma boa apresentação. Pode acontecer de o seu próprio orientador fornecer o modelo de apresentação.

E quando não existem normas?

Algumas instituições podem ser mais flexíveis e não propõem um modelo a ser seguido para a apresentação. O que fazer nesse caso? A primeira dica que gostaria de dar para essa situação é a mensuração do seu tempo com o número de slides do seu trabalho. No caso de eventos científicos, independentemente de sua modalidade (ciclo, colóquio, simpósio, congresso e semelhantes), todos os participantes possuem um tempo definido pela comissão organizadora para apresentar.

É a partir desse tempo, que pode ser de quinze, vinte ou trinta minutos, a depender da quantidade de inscritos, que você deverá montar a sua apresentação. Caso ainda tenha dúvida sobre esse tempo de duração da apresentação, considere o tempo dos vídeos de nossa revista, eles costumam variar de quatro a doze minutos.

O que interfere no tempo de apresentação?

O que interfere no tempo de apresentação?

Você será capaz de notar que quanto mais reduzido o seu tempo de apresentação, mais poder de síntese das ideias do seu trabalho original será necessário para que essa apresentação não seja prejudicada. Você deve saber também que não adianta colocar uma quantidade muito grande de slides, caso você tenha apenas dez ou menos minutos para apresentar um recorte de sua pesquisa que se encontra materializado no artigo científico que você submeteu anteriormente.

Se você é uma pessoa que fica muito nervosa com apresentações, ou seja, se você costuma tremer, sentir calafrios e náuseas ou se você costuma gaguejar ao falar em público eu aconselho você a falar sobre três slides a cada um minuto. Vou te explicar o porquê da recomendação dessa estratégia. Você verá como ela pode fazer diferença em sua apresentação.

Vencendo o medo: três slides em um minuto

Recomendo essa estratégia a você porque, de maneira geral, os participantes apresentadores costumam ficar tão presos aos seus slides que, ao chegar ao final da apresentação, não conseguem apresentar tudo aquilo que haviam se planejado devido a uma má administração do tempo disponível, que geralmente é pouco.

Ao focar em falar sobre três slides em um minuto a adrenalina fará com que você esqueça da plateia que te observa, e dessa forma, se sentirá menos intimidado e julgado por aqueles que o assistem.  Porém, se você não é uma pessoa tímida e gosta de falar bastante, deve tomar cuidado, porque esse tempo disponível para apresentar passa muito rápido.  Se você fala demais sobre um tópico, os outros podem ser prejudicados e você pode não ter tempo ao menos para explicá-los rapidamente.

No que prestar atenção ao apresentar?

Em todo e qualquer tipo de apresentação, desde a banca até uma apresentação em evento, considere que quanto mais slides houverem, melhor terá que ser a sua capacidade de síntese das ideias. Se você costuma falar bastante, coloque menos slides. Cada pessoa lida melhor com uma quantidade específica de slides.

Se você acha que 10 slides dão conta de apresentar bem o seu tema, é essa a sua quantidade ideal. Se você fala rápido, colocar uma quantidade maior de slides não será um problema.

Faça uma reflexão para se conhecer. É apenas por meio desse exercício que você chegará na sua quantidade ideal. É a partir de todas essas questões (tempo disponível, se é tímido ou mais falante e se consegue falar mais rápido ou mais devagar sobre cada tópico) que você saberá quantos slides são adequados para a sua apresentação.

A importância de estipular uma média de tempo

Em um evento científico, muito dificilmente você apresentará o seu trabalho em uma sala sozinho. Geralmente, colocam junto com você aquelas pessoas que, de alguma forma, pertencem ao mesmo eixo temático que você, ou seja, elas pesquisam algo muito próximo ao seu trabalho ou vocês pertencem a mesma linha teórica.

Observe quanto tempo essas pessoas gastaram em suas apresentações e espelhe a sua nessa média. É uma boa estratégia para que você se organize para falar tudo aquilo que havia se programado. Caso você esteja em uma banca, pergunte antes de elaborar a sua apresentação se essa banca possui algum modelo ou roteiro para que os seus slides sejam feitos. O seu orientador ou aqueles que irão te avaliar podem ter uma quantidade de slides já definida. Você pode utilizar essa sugestão para montar a sua fala a partir disso.

O conteúdo indispensável para qualquer apresentação

Agora que você já sabe sobre a importância de se elaborar seus slides a partir do que é mais confortável pra você ao falar, bem como já com a definição da quantidade desses slides, você deve agora decidir sobre os conteúdos que irão fazer parte da sua apresentação. Existem algumas informações que são primordiais, isto é, em hipótese alguma elas devem ficar de fora da sua apresentação.

Especificamente no caso das bancas, seja de qualificação ou de defesa, é fundamental que aqueles professores que irão te avaliar já tenham lido o seu trabalho antes. Apenas assim eles serão capazes de contribuir para que você possa fazer as alterações, e assim, deixar o seu trabalho mais completo e com qualidade. Nesse caso, o intuito da apresentação é revelar o seu domínio, na fala, daquilo que já produziu. É uma forma de verificar se você sabe de fato sobre o que escreveu.

O que apresentar para uma banca?

O que apresentar para uma banca?

Diferentemente da apresentação em um evento científico, pois lá não necessariamente todos aqueles que estão no mesmo espaço que você leram o seu trabalho, na banca, os professores já conhecem o seu tema de pesquisa, como chegou a ele, qual tipo de estratégia metodológica adotou, quais são os autores que embasam o texto e de que forma você analisou os dados.

Assim sendo, em sua apresentação você precisa ser mais objetivo. Caso alguma informação tenha ficado incompleta, os avaliadores irão te apontar para que você possa aprofundar em um outro momento, na sua escrita. Nesse sentido, como forma de manter essa objetividade, alguns tópicos fundamentais podem ser considerados por você ao elaborar a sua apresentação.

Todos eles devem aparecer em sua fala.

Falando o essencial

Nesse contexto, existem tópicos fundamentais para a realização das apresentações. São eles a contextualização (momento no qual você deve apresentar o seu tema rapidamente); os objetivos (geral e específicos); a sua pergunta norteadora, que é o seu problema de pesquisa; os principais autores que foram utilizados e o porquê de você os ter escolhido e não outros; quais são os conceitos mais elementares; quais foram as estratégias metodológicas adotadas (se o estudo é quantitativo ou qualitativo; se houve a aplicação de questionários e entrevistas e processos semelhantes). Por fim, você deve apresentar os pressupostos e as suas considerações finais sobre o tema. Essa é uma estrutura básica para uma banca pequena de duração de até quinze minutos. Pode aparecer desde cursos de graduação até na pós.

Como colocar essas informações nos slides?

Geralmente, ao elaborarem um slide, as pessoas costumam colocar muitas informações no texto. Isso não é tão interessante porque pode não despertar a atenção do leitor, e dessa forma, ele pode não ler os slides, e aqueles que você conseguir conquistar podem ficar muito cansados ao ler tantas informações.

O ideal é que você transforme todas essas informações que você deseja usar em pequenos tópicos. Esses tópicos devem servir como lembretes para que você possa lê-los sempre que não souber o que falar por causa da tensão, ou podem funcionar como uma forma de te lembrar de falar algo que já estava esquecendo. É nesse sentido que os slides devem contribuir. Eles são um norte para a sua fala. As informações mais completas devem vir da sua fala e não dos seus slides.

Por exemplo, se a minha pesquisa se propõe a falar sobre o crescimento do número de intuições de ensino superior privadas, eu devo colocar no slide os tópicos principais responsáveis por embasar a minha linha de raciocínio. Esses tópicos devem aparecer em todos os slides. Todos eles devem conter dados distintos e poucas informações na forma de texto.

Novamente, queremos chamar a sua atenção para o fato de que é fundamental que todos os dados que você quer apresentar, seja na forma oral ou escrita, precisam estar de acordo com o seu tempo disponível. Você deve manter em mente que essa estrutura que apresentei é para uma apresentação para uma banca, e dessa forma, subentende-se que essas pessoas já leram o seu trabalho antes.

Como apresentar em um evento?

Quando você vai apresentar o seu trabalho para uma plateia, geralmente em um evento, é comum que ou a pessoa não tenha acesso ao seu artigo antes ou que a pessoa não tenha tido tempo hábil para ler o seu material até então.

Assim, muito provavelmente esse será o primeiro contato dos outros acadêmicos com o seu trabalho. Nesse sentido, uma das coisas que você vai precisar considerar é que o momento de apresentação, introdução e contextualização do tema tomará mais tempo, visto que a maioria das pessoas não conhecerá o seu estudo de momentos anteriores. Então, para que eles consigam entender melhor os outros slides, você terá que dedicar uma atenção especial ao momento da introdução do tema.

Podemos concluir essa conversa entendendo que os slides devem servir como uma espécie de guia que norteará a discussão. Os slides mostram também o seu domínio acerca do tema estudado.

 

Como publicar Artigo Científico

Dúvidas? Sugestões? Deixe seu Comentário!

Digite seu comentário!
Informe seu Nome aqui