Compreenda o que é importante de saber em relação aos artigos científicos: o que é o registro DOI – Digital Object Identifier System – Características que você precisa saber

0

O que é o Digital Object Identifier System? Quais são os aspectos básicos sobre esse mecanismo que você precisa saber e como eles podem lhe ajudar?

Olá, tudo bem? Em nosso post de hoje iremos continuar as nossas discussões sobre os cuidados que devemos ter com os artigos científicos. Como temos demonstrado, esses cuidados não estão ligados apenas à escrita de um artigo científico, mas também aos processos de submissão, aprovação e mesmo de circulação posterior desses materiais na web. O DOI exerce um papel essencial nesse contexto, pois, dentre as suas múltiplas funções, faz com que um material científico possa ser identificado na web a longo prazo. Iremos explicar melhor sobre a sua abrangência ao longo do post, porém, de antemão, podemos frisar que trata-se de uma espécie de registro, de R.G que localiza o seu documento sempre, mesmo que o site no qual ele está publicado, por algum motivo, deixe de funcionar. É um serviço à parte que contratamos para os nossos artigos em fase de publicação, porém, recomendamos o seu uso.

Informações úteis que podem lhe ajudar a compreender o DOI?Informações úteis que podem lhe ajudar a compreender o DOI?

Embora não seja a primeira vez que estamos discutindo sobre o DOI em nossos posts, como é um mecanismo atrelado à tecnologia, ele está sempre se renovando. Assim, há informações novas sobre esse poderoso mecanismo que gostaríamos de compartilhar com você. Dentre essas novas possibilidades, de antemão, gostaríamos de frisar que agora o DOI está contabilizando a quantidade de vezes em que o seu material foi citado por um outro pesquisador, em uma outra produção. Para que essas questões fiquem mais claras, iremos utilizar os artigos publicados em nossa Revista, a Núcleo do Conhecimento. Nesse sentido, a partir desses exemplos, iremos introduzir algumas possibilidades que podem fazer com que o seu artigo esteja sempre disponível para aqueles que acessam. São estratégias que potencializam a visualização do seu material.

Aumentando a visualização de um materialAumentando a visualização de um material

O primeiro exemplo de artigo publicado em nossa revista é voltado à área da metodologia científica. Ele é intitulado de “metodologia científica: principais tipos de pesquisas e suas características”. Esse primeiro material sobre o qual estamos chamando a sua atenção foi publicado no ano de dois mil e vinte. Até esse momento, a produção foi acessada por nove mil seiscentas e trinta e oito pessoas. O DOI, nesse contexto, é uma forma de registrar essa produção para que ela seja acessada ao longo dos anos. O mecanismo faz um registro em série do seu material. O artigo, então, ganha uma espécie de R.G. Esses aspectos básicos são necessários de serem compreendidos porque fazem com que entendamos uma novidade muito interessante propiciada pelo DOI. O DOI, hoje, permite visualizar quantas pessoas já citaram esse material.

O DOI e a identificação de citações

No caso de nosso primeiro exemplo, o artigo já foi acessado por mais de nove mil pessoas, porém, aquelas que citaram esse material foram dezesseis. Visualizar um material não indica que ele foi, de fato, citado. São processos diferentes. O número dezesseis indica que essa quantidade de pessoas usaram o conteúdo desse artigo. Indica-se que esse material foi publicado e lá consta uma citação do seu artigo. No caso de nossa revista, se você clicar no número que indica a quantidade de citações, você começará a visualizar o alcance desse material. Há diversos dados sobre o uso desse material que você pode consultar. Dentre os principais ganhos, é possível saber exatamente onde o seu material foi publicado, isto é, os títulos dos artigos nos quais ele foi citado. Apresenta-se os dados dos artigos das pessoas que citaram o seu material, o que é interessante para que você tenha noção do seu alcance.

A dimensão de uma produção científica

Esses dados que estamos apresentando a você fazem com que você tenha uma dimensão acerca do alcance de suas produções, isto é, se elas têm impacto. Muitas revistas, instituições de ensino e a própria CAPES têm chamado a atenção dos cientistas para a questão do impacto. Hoje, ele é considerado muito mais do que a própria qualis. Interessa saber se o seu material não está estagnado, isto é, se ele tem sido citado a pequeno, médio e longo prazo. O impacto é um fator que tem sido muito cobrado e exigido das instituições de ensino. Quer-se saber qual é o impacto social de seu material, isto é, para o que ele serve e de que forma contribui com a sociedade atual na qual vivemos. Quer-se saber, também, onde ele tem sido aplicado. A partir do DOI, podemos ter alguns direcionamentos acerca de como essa produção tem sido utilizada e, ainda, como esta tem impactado a sociedade ao longo dos anos.

A interpretação do impacto de um material científico

Ainda utilizando-nos de nosso primeiro exemplo, o impacto desse material pode ser mensurado a partir das dezesseis citações que foram feitas pelos pesquisadores que citaram o conteúdo desse artigo em outros materiais. Temos, então, que esse artigo foi lido por nove mil seiscentas e trinta e oito pessoas e citado por dezesseis dentro desse conjunto de nove mil. Iremos apresentar um segundo exemplo de artigo publicado em nossa revista para que compreendamos um pouco mais sobre o impacto das produções científicas. Ele é intitulado de “A Física no ENEM e no curso técnico de Química do Instituto Federal do Amapá (IFAP): uma comparação curricular”. O mesmo processo é repetido. Esse artigo foi publicado por nossa equipe junto a um grupo de pesquisadores do qual fazemos parte. Cento e oitenta e uma pessoas visualizaram o artigo. Até o momento, quatorze pessoas citaram a produção.

O que analisar no impacto de um material?O que analisar no impacto de um material?

Quando clicamos na quantidade de citações desse segundo exemplo, temos, novamente, citações recentes. Dentre outras informações que você pode visualizar, temos os autores envolvidos nessa produção, onde esses materiais foram citados (revistas, por exemplo), os títulos dessas produções que citaram o artigo, dentre outros dados que permitem a você ter essa dimensão do impacto do material. Além dos títulos que identificam os materiais que citaram o artigo, há, também, os links que irão lhe redimensionar para o site no qual estão disponíveis. Esses aspectos fazem com que tenhamos uma noção real acerca do quanto as pessoas têm sido impactadas com nosso material. A publicação em nossa revista, que é um mega journal, potencializa o acesso aos seus materiais em virtude de algumas estratégias específicas que empregamos.

A potencialização do acesso ao materialA potencialização do acesso ao material

A nossa revista, além de publicar o seu material em múltiplos idiomas e garantir o acesso a uma quantidade significativa de países, também investe em estratégias de marketing que podem expandir o acesso ao seu material, e, com isso, as possibilidades de que ele venha a ser citado. O seu material passa a atingir as pessoas mais diversas, localizadas em diferentes regiões de todo o planeta. Assim, quando você menos esperar, aquele material científico que produziu, submeteu e que foi aprovado, chegará até pessoas que você sequer cogitou. É esse o poder da tecnologia. Além de ser uma forma de contribuir com a sociedade em geral, muitas dessas pessoas são profissionais e acadêmicos e demandam conhecimentos que você pode fornecer. Pense em nosso primeiro exemplo: mais de nove mil pessoas visualizaram esse conhecimento. Muitas apenas querem se informar, então, nem todas que o acessam, citam.

O poder das citações de trabalhos científicos

A partir do momento em que o seu material é citado, você é diretamente impactado. A citação do seu material irá fazer com que o seu grau de impacto enquanto pesquisador seja aumentado. Isso significa que além de atingir a comunidade em geral, você contribui, também, com profissionais e cientistas que necessitam desse conhecimento. Nesse sentido, a partir da inteligência artificial, representada, aqui, pelo DOI, podemos ter uma noção real acerca da abrangência de nosso artigo em diferentes contextos. É possível que saibamos de que forma o nosso material tem contribuído, o que pode influenciar no estabelecimento de estratégias que caminhem de forma semelhante. O número DOI, hoje, otimiza o acesso a esse tipo de informação relacionada ao impacto de um dado material científico. Se você insere esse registro, a cada vez que o seu material ser citado, o DOI localiza esse citação e contabiliza sua produção.

A influência de um artigo científico dentro e fora da comunidade científica

Para compreendermos um pouco mais como um artigo pode atuar de forma tão abrangente, separamos um terceiro exemplo de artigo publicado em nossa revista. Ele foi intitulado de “Caracterização epidemiológica das intoxicações exógenas por substâncias nocivas e acidentes por animais peçonhentos em crianças no estado do Amapá”. Esse artigo foi publicado por Camila Alves Côrrea Neiva no ano de dois mil e dezenove. O seu estudo, até o momento, foi acessado por setecentas e noventa e três pessoas. Dentre essas, quatorze pessoas citaram a produção. Temos, aqui, um artigo que irá completar dois anos desde a sua publicação. O impacto pode ser visualizado a partir da quantidade de pessoas que, ao longo desses dois anos, acessaram o material e que citaram. A visualização nos permite compreender o impacto desse material perante a sociedade em geral. As citações estão ligadas aos acadêmicos.

Entendendo a dinâmica da visualização e da citação

Um profissional que acessa o seu material porque tem dúvidas sobre a temática ou, ainda, porque quer compreender melhor esse assunto para otimizar a sua atuação profissional não está preocupado com a produção de materiais científicos. O intuito é bem diferente daquele de um pesquisador que busca por esse conhecimento para produzir um material. Contudo, a visualização desse material é tão importante quanto a citação para que você entenda a dimensão de seu impacto para os dois tipos de públicos. O impacto do seu material mensurado sob o viés da citação é uma outra questão. Ele indica quem são os alunos de graduação e pós-graduação (mestrado, doutorado e derivados) que estão citando a sua produção em outros contextos. Significa que o seu material foi utilizado como base para a construção de uma outra reflexão. O impacto não é mensurado apenas pelo DOI, mas ele é um mecanismo importante.

Compreenda ambos os mecanismos de impacto

O que deve ficar claro nessa discussão de hoje é que o impacto de um material científico deve considerar públicos diferentes, uma vez que o interesse não é que ele seja acessado apenas pela comunidade acadêmica, mas pela sociedade em geral. Nesse sentido, a quantidade de visualizações exerce um papel fundamental nesse processo de mensuração do impacto. Nessa análise, também é interessante que você observe o tempo de vida desses materiais a fim de que compreenda se esse impacto surge a pequeno, médio ou longo prazo. O DOI, portanto, é mais um dos subsídios, isto é, das ferramentas que temos em mãos para que compreendamos de forma mais eficiente a nossa atuação como pesquisadores. É uma forma, inclusive, de realizar um exercício de autoanálise para que reformulemos uma estratégia. Se você quer fazer diferença na sociedade, é preciso pensar nessas estratégias eficientes.

Preze pelo alcance do seu material por todosPreze pelo alcance do seu material por todos

Se você almeja que o seu material chegue até as mãos dos mais diversos públicos, precisará acionar algumas estratégias específicas. A melhor forma de saber se elas são eficientes ou se precisam de reformulações é por meio da mensuração do impacto de seu material. Não considere apenas a quantidade de citações, mas também de visualizações. Ambos irão lhe ajudar a chegar a essa dimensão. O DOI também é um poderoso mecanismo que nos ajuda a saber se há plágio de nosso material. Quando o seu material é registrado, há uma outra rede que irá garantir que os seus direitos de autor sejam protegidos.

Respeita-se a integridade de seu material. A inteligência artificial irá realizar uma varredura em toda a internet para verificar se aqueles que estão citando o seu material estão garantindo que a sua produção está sendo utilizada de forma devida. Analisa-se se ele foi utilizado com má fé, se há produções idênticas ou parcialmente semelhantes a sua. Infelizmente, a má fé existe, e, dessa forma, precisamos proteger os nossos pesquisadores. Há pessoas que replicam esse material como se ele fosse delas. Quando não cita-se o autor, esconde-se a verdadeira identidade de quem teve a ideia. O DOI ajuda nesse processo de proteção.

Como publicar Artigo Científico

Dúvidas? Sugestões? Deixe seu Comentário!

Digite seu comentário!
Informe seu Nome aqui