A importância de uma tecnologia assistiva a favor do lazer de pessoas com deficiência na Cidade de Manaus

1
1609
DOI: 10.32749/nucleodoconhecimento.com.br/tecnologia/tecnologia-assistiva
PDF

ARTIGO ORIGINAL

RABELO, Fabricio Pinto [1], GOMES, Rilmar Pereira [2]

RABELO, Fabricio Pinto. GOMES, Rilmar Pereira. A importância de uma tecnologia assistiva a favor do lazer de pessoas com deficiência na Cidade de Manaus. Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento. Ano 05, Ed. 01, Vol. 04, pp. 73-81. Janeiro de 2020. ISSN: 2448-0959, Link de acesso: https://www.nucleodoconhecimento.com.br/tecnologia/tecnologia-assistiva

RESUMO

Este artigo visa demonstrar a importância de uma tecnologia assistiva que auxilie pessoas com deficiência a encontrar lugares públicos ou privados para lazer na cidade de Manaus. Foi verificado que na cidade de Manaus existem locais que oferecem lazer e entretenimento com acessibilidade, porém poucos divulgados na mídia local. Por esse fato foi necessário realizar através de pesquisas, uma coleta de dados referentes ao recurso de acessibilidade oferecido por esses locais. Mediante a essa pesquisa resultou-se na proposta de uso de software assistivo que proporcione à pessoa com deficiência uma rápida identificação dos lugares que possuem recurso acessíveis, garantindo assim o direito de entretenimento e lazer.

Palavras-Chave: Tecnologia Assistiva, pessoas com deficiência, lazer.

1. INTRODUÇÃO

Ao logo da história, temos visto que as pessoas com deficiências têm recebidos diversos tipos de tratamentos, bem como também a sua integração na sociedade como um sujeito de direitos. Hoje, diferentemente de tempos atrás, onde registros antigos relatam que alguns povos os excluíam essas pessoas do convívio social, temos leis que os amparam, fazendo com que se sintam parte de um todo, e não excluídos, como foi ao longo da história.

A associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) é um dos órgãos que fornece direitos às pessoas com deficiência e oferece normas que definem aspectos relacionados às condições de acessibilidade no meio urbano, fazendo com que estabelecimentos tenha condições de mobilidade e um ambiente favorável para que seja acessado por qualquer indivíduo, seja deficiente ou não;

Foi analisado conforme Lopes et al (2005) que existem várias causas que podemos citar sobre as distintas formas de definir deficiência, assim como distrofia muscular, epilepsia, paralisia cerebral e entre outras, e a discussão sobre a inclusão social dessas pessoas é essencial para o progresso da sociedade.

Muito se discute sobre a importância e do direito a dar acesso às pessoas com deficiência, mas a realidade é outra em diversas áreas, principalmente na área de lazer.

Sendo assim, a ideia é apresentar uma proposta para o uso de um aplicativo que pode ser somado a grandes e poderosas pessoas que podem sentir-se junto à luta por essa causa. A ideia do software é de mostrar informações de tudo que se passa pela cidade, referente a lazer e diversão que atendem a acesso e uma estrutura adequada para um público tão especial, que é o conteúdo central desse artigo. Através dele, será possível classificar o nível de acessibilidade de cada lugar disponível para lazer, visando assim, indicações para outros usuários sobre tal local. Acessar uma possível lista de lugares mais acessíveis e a assistência para melhorias também fazem parte da ideia.

2. MATERIAIS E MÉTODOS

2.1 DEFICIENTES VERSUS SOCIAL

A cidade de Manaus vem crescendo a cada dia e consequentemente o número de pessoas com deficiência também vem aumentando. Um estudo feito em 2012 (JORNAL D24M, 2012), mostrou que a população manauara possui 23% de pessoas com algum tipo de deficiência, e enfrentam diversos desafios nos mais variados ambientes: como no trabalho, na escola e ambientes de lazer.

A pessoa com deficiência já requer uma atenção diferenciada, seja em que ambiente frequentar. Muitas destas pessoas se veem sem opções para realizar alguma determinada tarefa, por sua limitação ou o ambiente não ser adequado para recebê-los, ocasionando o seu isolamento das demais pessoas da sociedade.

Para análise vemos que existem três tipos de deficiência:

Existem as deficiências físicas (de origem motora: amputações, malformações ou sequelas de vários tipos), as deficiências sensoriais, que se dividem em deficiências auditivas (surdez total ou parcial) e visuais (cegueira também total ou parcial) e deficiências mentais (de vários graus, de origem pré, peri ou pós-natal). (RIBAS, 1994, p. 26)

Com essas definições, pode-se analisar grande dificuldade para se encontrar projetos, seja do governo ou não, que auxiliam e fornecem entretenimento. Sabendo que uma das principais características do bom homem é a ambição para que o indivíduo se integre na sociedade e relacionar-se com os outros. Além disso, é indispensável pensar na necessidade de se aceitar e ser aceito. Todas essas características são aplicadas às pessoas com deficiência, pois sabemos que além de suas limitações, elas possuem como toda pessoa que se denomina normal, uma necessidade de se divertir, e apesar de sua aparência, também querem se sentir aprovadas pela sociedade e como qualquer pessoa, ter sucesso na vida ( ADAMS et al, 1985)

2.2 DEFICIENTES VERSUS TECNOLOGIA

Tendo em vista essas dificuldades que o deficiente físico enfrenta, surgiu a ideia de apresentar uma proposta de uso de um software que reunisse os locais de entretenimento destinado a esse público. Em detrimento dessa situação o governo, ONGs e projetos sociais têm um papel fundamental na transformação deste cenário, realizando eventos, áreas de lazer com a finalidade de atrair este público contribuindo para a interação e socialização com outras pessoas.

Através de uma pesquisa realizada, um levantamento de dados e da ideia proposta, percebeu-se que a cidade Manaus dispõe de ambientes específicos para a diversão e interação de pessoas com deficiência, sejam elas auditiva, visual, física ou mental conforme a Figura 1 e Figura 2
Figura 1- Amostra de Estruturas

Fonte: Autoria própria

Figura 2 – Amostra de Atividades

Fonte: Autoria própria

Analisando as informações que foram adquiridas em forma de pesquisa, pode-se afirmar que existem vários locais que, seja com estrutura (Figura 1) e atividades (Figura 2) disponíveis para o entretenimento desse público, e que não divulgadas de forma correta, seja ela por falta de interesse ou até mesmo por falta de divulgação da parte da mídia local.

A tecnologia é uma ferramenta com intuito de trazer melhoria para o dia a dia das pessoas até a realização de atividades complexas. O uso de aplicativos se tornou bastante comum para a execução de tarefas das mais variadas.

O artigo vem com a proposta do uso de um aplicativo que reúna todos os lugares adaptados para esse público, mostrar as melhores rotas de acordo com o tipo de deficiência, fotos do lugar e dos acessos, descrever as atividades que podem ser realizadas no ambiente.

Para alcançar os objetivos do projeto foi necessário entrar em contato com as instituições de apoio, pesquisar os locais com acessibilidade para os portadores, pesquisar ferramentas para o desenvolver a ideia de uma proposta do uso do aplicativo e meios de deixá-lo interativo e adaptado.

2.3 A TECNOLOGIA A FAVOR DO LAZER DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

O Estatuto do Portador de Deficiência destaca “ a garantia de acesso, ingresso e permanência em todos os serviços públicos e privados de que necessite, oferecidos à comunidade” ( BRASIL, PROJETO DE LEI DO SENADO N º 6, DE 2005).

Através de leis e projetos que estão disponíveis para tal necessidade, surge a grande necessidade de destacar-se a importância dessas leis e colocarmos em práticas.

Com isso, é apresentado a proposta da ideia de uma tecnologia que seja a favor dos deficientes físicos, e da importância de se ter algo mencionando, porque como visto neste artigo, enfrentam inúmeras dificuldades em seus ambientes de estudo, trabalho e até mesmo o lazer, que é o tema deste artigo. E de uma maneira de reverter o quadro descrito acima, a proposta de uso de um software aplicativo dispõe as informações necessárias para o artigo proposto.

Abaixo uma representação da proposta em um diagrama de caso de uso:

Figura 3 – Diagrama de Caso de Uso

Fonte: Autoria própria

A ideia inicial é bem simples, é baseado na necessidade de encontrar lugares disponíveis que ofereçam lazer e entretenimento. As informações disponibilizadas serão conforme mostradas na Figura 1, e e também filtrada por atividades, conforme a necessidade da deficiência, mostrada na Figura 2.

No diagrama de caso de uso que é mostrado na Figura 3, a ideia do sistema é encontrar lugares de lazer, assim disponibilizando informações sobre o local, conforme a necessidade. A proposta é funcionar da seguinte maneira: Todos os lugares disponíveis para lazer e também as atividades dispostas já estarão pré-cadastradas por um Administrador do sistema, que terá como base os dados da Figura 1 e Figura 2. O usuário apenas precisa de uma interface e uma conexão de internet para solicitar a posição de lugares que estão disponíveis, obedecendo a necessidade da deficiência e é retornada a posição do local escolhido.

3. RESULTADOS E DISCUSSÕES

Mediante aos resultados dessas pesquisas, foi discutida a proposta de um protótipo que proporcione à pessoa com deficiência uma rápida identificação de todos os lugares disponíveis que possuem recurso acessíveis, garantindo assim o direito de entretenimento e lazer e também dando um valor inestimável para os estabelecimento que se importa em criar programas para esse público, já que o  “profissional de lazer deve estar atento às expectativas do grupo e inserir esse conjunto de interesses em seu programa, até como forma de potencializar o desenvolvimento de outros interesses” (MELO, 2003, p. 47).

O resultado elaborado é mostrado através de um protótipo, que é uma versão incompleta do programa que poderá ser desenvolvido, mostrado abaixo na Figura 4, apenas como uma proposta de uso desse aplicativo.

Figura 4 – Demonstração do Protótipo

Fonte: Autoria própria

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Portanto foi visto que depois que foi proposto o quanto tal tecnologia pode melhorar a vida das pessoas e contribuir para que as pessoas com deficiência, concluímos que é viável uma tecnologia para o acesso de deficientes. Tendo também em vista a dificuldade de tal inclusão, percebendo ainda hoje preconceitos e noções equivocados que nutrem o imaginário das pessoas que, mal informadas, criam situações que determinam os deficientes problemáticos ou sem necessidade de algum auxílio.

Sabemos que tudo é mais difícil para o deficiente, e que sempre precisam de algum tipo de ajuda, seja para trabalho, em casa e também para lazer. Existem muitas coisas que ainda podem ser feitas, e o primeiro passo é assumir a necessidade de inclusão para concretizar as melhorias que podem ser alcançadas.

REFERÊNCIAS

ADAMS, Ronald et al. Jogos, Esportes e Exercícios para o Deficiente Físico. 3. ed. Barueri: Manoele, 1985.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, NBR 9050: Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos: Rio de Janeiro, 2015.

BRASIL. Projeto de Lei do Senado n. 6 de 2003. Institui o Estatuto do Portador de deficiência e dá outras providências. Brasília, DF. Disponível em:  < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13146.htm> Acesso em 16 de outubro de 2018.

JORNAL D24M. Disponível em: <http://d24am.com/noticias/numero-de-pessoas-com-deficiencia-quase-dobra-e-atinge-23-no-amazonas/> acessado em 16 de outubro de 2018 as 13:16

LOPES, K. R.; MENDES R. P.; FARIA, V. L. B. (Orgs). Coleção Pró Infantil: programa de formação inicial para professores em exercício na educação infantil. Brasília: MEC, 2005.

MELO, Victor Andrade de; ALVES, JR Edmundo de Drumond. Lazer: Conceitos Básicos. In: _________________________. Introdução ao Lazer. SP – Manole, 2003, p.23-37.

RIBAS, João Batista Cintra. O que são pessoas deficientes. 6. ed. São Paulo: Brasiliense, 1998.

[1] Pós-Graduado em Banco de Dados (FAMETRO), Graduado em Tecnologia em Análise de Sistemas (UNINORTE), Técnico em Informática (FUCAPI).

[2] Mestrado em Engenharia Mecânica. Especialização em Projeto e Administração de banco de dados. Graduação em Análise e Desenvolvimento de Sistemas.

Enviado: Junho, 2019.

Aprovado: Janeiro, 2020.

1 COMENTÁRIO

  1. SIM E UM PONTO MUITO IMPORTANTE A SER MELHORADO E CORRIGIDO O LAZER E FACILIDADE NO ACESSO A PESSOAS PORTADORAS DE DEFICIENCIAS POIS ELES TEM DIREITOS E VONTADES IGUAIS AS NOSSA MUITO BOM ARTIGO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here