O que é fichamento? Quais tipos de fichamento existem?

0
Avalie!

O que é o fichamento que os professores de graduação e pós-graduação solicitam aos alunos? Há alguma diferença entre os tipos de fichamentos? Como fazer esse tipo de trabalho?

O que é o fichamento que os professores de graduação e pós-graduação solicitam aos alunos? Há alguma diferença entre os tipos de fichamentos? Como fazer esse tipo de trabalho?

Olá, tudo bem? Em nosso post de hoje iremos discutir sobre os aspectos ligados a um tipo de trabalho específico que muito pode ajudar aqueles que têm dificuldades em escrever de maneira científica. Estamos nos referindo aos fichamentos. Esse tipo de trabalho é bem aceito porque ele é capaz de tornar o estudo mais prático e acessível, pois, por meio da compilação das ideias sobre um texto lido, o pesquisador não precisará reler todo o livro novamente para se lembrar de alguma ideia, pois o fichamento compila todos os principais pontos da obra lida. Como o próprio nome já indica, o fichamento nada mais é do que uma técnica que permite que o autor possa formatar um texto a partir de fichas explicativas. Os tópicos reunidos no material são partes importantes de um grande todo (um livro, artigo, dissertação, tese e outros). É papel do fichamento, também, reunir citações para embasar esses argumentos de forma prática.

Por que muitas pessoas têm dificuldades em escrever?

Os aspectos de nossa cultura fazem com que não tenhamos o hábito de escrever e isso se torna mais evidente quando nos deparamos com a necessidade de escrever, as dificuldades se manifestam. É nesse sentido que indicamos o fichamento como o primeiro passo para que se habitue com esse tipo de escrita. Assim sendo, esse tipo de formato é indicado para todos que se sentem inseguros e querem treinar para que possam suprir essa lacuna inerente à cultura de nosso país. Quando esses alunos relatam dificuldade aos seus orientadores, não são raros os casos em que indicam esse formato de material para treinamento da escrita. O nosso objetivo é o de esclarecer o que é o fichamento e os cuidados e técnicas que devem ser tomados para que ele cumpra a sua função de aprimorar a escrita. Iremos esclarecer alguns dos aspectos que farão com que você repense o fichamento e o introduza em sua rotina.

O que o termo fichamento indica?O que o termo fichamento indica?

A primeira coisa que precisamos deixar clara em nossa conversa é que o fichamento, como o próprio nome indica, é o ato de criar fichas. Embora as pessoas mais jovens possam não fazer esse tipo de associação, aquelas com mais idade, certamente, irão lembrar de fichas com certos tipos de informações com as quais tínhamos contato. Antigamente, a tecnologia era escassa e nem todos tinham acesso à internet. Na verdade, era uma parcela pequena de nossa sociedade brasileira que tinha esse acesso, logo, as informações eram produzidas e obtidas a partir de mecanismos impressos. Hoje, muitas pessoas, além de terem acesso à internet, têm também computadores, smartphones e outros dispositivos eletrônicos que permitem o rápido e fluido acesso à informação. Diversos livros chegavam até as bibliotecas e, para que fossem emprestados, o bibliotecário preenchia algumas fichas.

A identificação dos livrosA identificação dos livros

Além do preenchimento de fichas para o empréstimo desses livros, havia, também, as fichas que continham os dados fundamentais sobre os livros ali armazenados. Muitas bibliotecas tradicionais estão migrando para o meio online agora. O nome fichamento advém justamente dessa necessidade de fichar os dados principais de um texto. As fichas apontam os elementos mais interessantes sobre o conteúdo lido. O intuito é o registro de informações principais que possam lhe auxiliar a compreender o conteúdo desse texto de maneira rápida sempre que vier a necessitar. Em muitas bibliotecas, sejam aquelas municipais ou das próprias universidades, há uma série de livros que ainda têm dentro de si uma ficha branca com os seus principais dados. Além disso, diversas dessas fichas eram datilografadas. Tais fichas eram cadastradas nas demais inerentes àqueles que emprestavam esses livros.

Além das fichas de identificação, as bibliotecas também disponibilizavam fichas para que os leitores criassem os seus próprios fichamentos quanto ao conteúdo lido. Esses, por sua vez, eram armazenados no cadastro do indivíduo. O objetivo, então, é o de selecionar e discorrer sobre as informações principais relacionadas ao conteúdo lido. Qualquer texto pode ser fichado, desde um mais curto, como um artigo, até um mais extenso, como é o caso dos livros. A partir disso, é essencial que saibamos o que pode ser inserido em um fichamento. Contudo, antes, é preciso que entendamos quais são os tipos de fichamentos que podem ser feitos nos diversos contextos. A primeira coisa que você precisa saber sobre os tipos é que eles mudam com muita frequência, visto que cada pessoa escreve de uma forma diferente. A construção de todo o saber se dá de forma peculiar, bem como é influenciada pelo o que o professor entende como certo.

Os tipos de fichamento e as suas influências

A forma como um fichamento será escrito depende muito do que o professor que pede o material entende como fundamental nesse tipo de proposta. Além disso, alguns estão nessa universidade há muito tempo, outros entraram recentemente, de modo que a forma de elaborar tais materiais antes não é a mesma de hoje em dia, de modo que os tipos de fichamento sofrem variações por causa desses múltiplos entendimentos. Claro, podemos discutir sobre os tipos de fichamento, mas saiba que o seu professor pode ter perspectivas diferentes quanto ao processo de elaboração. O mais indicado é que você pergunte a ele/ela o que é para ele/ela um material desse tipo. Se possível, peça, também, um exemplo e/ou modelo, pois assim você saberá como produzir o material levando em considerando o que o seu professor espera ao lê-lo. Contudo, é preciso que pensemos mais sobre a estrutura desse material.

A estrutura de um fichamento

Ao longo de nossa experiência, já vimos modelos de fichamento que seguem a estrutura de fichas. Contudo, não são raros os casos de professores que fazem essa solicitação, porém, na prática, querem uma resenha. Há diversas variáveis que podem influenciar nessa produção e por isso é importante conversar com o seu professor e solicitar um modelo antes de elaborar o seu próprio. Se você deseja fazer um fichamento simples, o primeiro ponto a ser observado é a reunião dos dados gerais da obra. O nome do autor, o título da obra, o ano da publicação, a edição, o volume e a quantidade de páginas desse texto. Na sequência, os aspectos gerais dessa obra serão compilados. Esses aspectos estão ligados ao conteúdo da obra propriamente dita. O intuito é que você retire todas as informações que possam lhe interessar nessa compilação dos dados. Pensemos um pouco mais sobre esse processo de compilação de dados.

Como a compilação dos dados pode ser feita?

Alguns fichamentos organizam esse conteúdo em tópicos e, dessa forma, é como se os autores criassem sinopses quanto aos aspectos gerais dessa obra. O intuito é o de deixar claro as principais informações sobre uma obra para que possam ser acessadas rapidamente. Outros tipos de fichamento, por sua vez, ao invés de produzirem uma sinopse geral sobre a obra, optam por outra estratégia. Contudo, quando elaboramos um fichamento apenas para que possamos aprender a técnica da escrita embasada, isto é, para nos adaptarmos a esse novo formato, a forma de elaboração pode se dar de uma maneira diferente. O intuito desse tipo de proposta é o de facilitar o acesso à informação e, ao mesmo tempo, aprimorar a escrita, dessa forma, basta retirar os principais aspectos de uma obra lida e discorrer sobre eles em um texto, apresentando os pontos de vista de diversos autores para desenvolver esse tema de maneira fluida.

O que devo fichar em um texto?O que devo fichar em um texto?

Geralmente, as pessoas que têm o objetivo de produzir esse tipo de material apenas para que aperfeiçoem a sua própria escrita irão discorrer sobre os aspectos que podem ser de interesse para a produção de suas pesquisas, como de uma dissertação ou tese. As informações advindas de um fichamento têm sido consideradas porque é uma forma de treinar o processo de citação de autores diversos para discorrer sobre um tema, levando em consideração a leitura de um texto específico, uma vez que esse exercício será exigido no processo de produção da sua dissertação, tese ou artigo. As informações e autores ali mencionados podem ser explorados pelo autor do fichamento no referencial teórico de seu material oficial. Pode ser, também, que o seu professor peça para que sejam citados em seu fichamento todos os autores citados pelo autor do texto que você fichou. Pensemos nos motivos para que isso ocorra.

Este é o princípio da escrita científica e embasada. Quando o professor pede para que em seu fichamento conste o autor da obra e todas as fontes por ele selecionadas significa que ele deseja ter uma noção prévia acerca dos dados secundários que o autor do texto lido levou em consideração. É uma forma de entender qual foi a linha de raciocínio seguida pelo autor para construir esse conhecimento específico. É por esse motivo que chamamos a sua atenção para o fato de que é essencial entender o que o professor deseja ao ler esse material, visto que, como vimos, há diversas variações. Ele pode avaliar esse material das mais diversas formas e elas variam a depender do objetivo ao solicitar esse material. Se o objetivo é avaliar a maturidade da sua escrita, um fichamento simples bastará. Também pode avaliar a sua criticidade ao escolher esse material específico. O objetivo principal é o de avaliar como você tem escrito esses textos.

Como as informações podem ser organizadas?Como as informações podem ser organizadas?

Como o próprio nome já indica, é muito comum que o conteúdo seja apresentado na forma de fichas, sendo que elas expressam os pontos principais do texto lido. Também há casos em que esse conteúdo é armazenado na forma de tabelas, o que é interessante, já que o intuito desse tipo de material é o de apresentar esses aspectos gerais da forma mais simples e reduzida possível. Os elementos visuais também fazem com que essas informações sejam absorvidas da melhor forma possível. A tabela pode ser inserida por meio do recurso do próprio editor de texto. Não se esqueça que antes da tabela é preciso que haja uma legenda, isto é, um título. Na sequência, apresentamos o conteúdo na forma de tabela e, abaixo, a fonte de onde você tirou esse texto. Contudo, analise se esse é o intuito do seu professor, pois, caso seja, ele irá avaliar a forma como você se relaciona com a escrita científica e com os autores.

Por que há confusões quanto à resenha e o fichamento?

Muitos acreditam que a resenha e o fichamento apontam para uma mesma técnica de pesquisa. Iremos nos concentrar nessas diferenças no próximo post, contudo, nesse momento, deve ficar claro qual é o intuito de um fichamento. Antigamente, esta técnica era utilizada para o processo de catalogação de livros e revistas. Contudo, hoje, utilizamos mais artigos a fim de que possamos embasar os nossos textos. Entretanto, quando o professor solicita esse tipo de material, é muito comum que queira avaliar a sua capacidade de escrita e de argumentação, bem como a sua criticidade e reflexão. Essa capacidade é avaliada por meio da escrita desses textos. Não se esqueça que tudo começa com a compilação dos dados gerais da obra.

Após a apresentação desses dados gerais, compila-se os principais pontos da obra lida, de modo que, caso o autor precise retomar esses pontos e tenha pouco tempo, terá rápido acesso a esses dados importantes sobre o texto fichado. Muitas obras são extensas, de modo que o desafio é compilar os dados que podem lhe ajudar a desenvolver a sua própria pesquisa. Esses aspectos podem ser aproveitados em seu artigo, dissertação ou tese, desde que você apresente as devidas citações. Interessa a esse professor saber se você é capaz de apresentar o seu ponto de vista com base em dados seguros e de qualidade, porque esse é o pressuposto da escrita científica.

Como publicar Artigo Científico

Dúvidas? Sugestões? Deixe seu Comentário!

Digite seu comentário!
Informe seu Nome aqui