Quantidade de Tipos de Rede (LAN) em Empresas entre os Anos de 2005 a 2015 no Brasil

DOI: 10.32749/nucleodoconhecimento.com.br/tecnologia/rede-lan
5/5 - (4 votes)
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
WhatsApp
Email

CONTEÚDO

SOEIRO, Selthon Macello Capiberibe [1], FECURY, Amanda Alves [2], OLIVEIRA, Euzébio de [3], DENDASCK, Carla Viana [4], DIAS, Cláudio Alberto Gellis de Mattos [5]

SOEIRO, Selthon Macello Capiberibe, et.al. Quantidade de Tipos de Rede (LAN) em Empresas Entre os Anos de 2005 a 2015 no Brasil. Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento. Edição 9, Ano 02, Vol. 04, pp 159-166, Dezembro de 2017. ISSN:2448-0959

RESUMO

As tecnologias de informação servem para computar dados e informações. Podem ser utilizadas através de redes (LAN) de computadores que os interligam tornando mais fácil a comunicação entre eles. Este trabalho tem a finalidade de mostrar a quantidade de tipos de rede (LAN) em empresas entre os anos de 2005 a 2015 no Brasil. A pesquisa foi realizada utilizando o banco de dados do Cetic (http://www.cetic.br). Os avanços tecnológicos das redes sem fio parecem ter ocasionado mudanças nas redes (LAN) dentro das empresas conforme os anos. Anteriormente eram dominadas pelas redes cabeadas, atualmente as redes sem fio parecem ter se tornado cada vez mais usuais fazendo a atual equiparação entre as redes sem fio e com fio.

Palavras-Chave: Redes, LAN, Empresas.

INTRODUÇÃO

Tecnologias da informação se relacionam com aparatos tecnológicos e computacionais que são utilizados na informática, e servem para computar dados e informações. As redes de computadores pertencem a área de tecnologia da informação (Verri et al., 2014).

Uma rede de computadores é um sistema que serve para interligar computadores, fazendo com que eles se comuniquem (Brasil, 2013).

As redes WAN (Wide Area Network) são redes de longa distância, servem para interligar cidades, estados e continentes, elas interligam redes metropolitanas e locais (Brasil, 2013).

Uma LAN (Local Area Network) é uma rede local que tem tamanho limitado, desde alguns metros, ocupando o espaço de uma sala, a poucos quilômetros, ocupando o espaço de um prédio. Normalmente as redes podem ser subdivididas em sub-redes para facilitar o controle dos usuários (Brasil, 2013).

Redes com fio são aquelas que utilizam de um meio físico para a comunicação, fazendo a utilização de um condutor (fio) para transmitir a informação. Redes sem fio são aquelas que não utilizam de meios físicos, fazendo a utilização de ondas eletromagnéticas para transmitir a informação (Brasil, 2013; Neto et al., 2016).

O cabeamento estruturado é utilizado nas redes de computadores para se ter uma maior segurança dos dados, e pode ser com fio ou sem fio (Lopes, 2017).

Hoje em dia as redes locais em sua maioria usam redes com fio (Dias et al., 2017). Um dos motivos para a utilização de redes cabeadas deve-se ao fato de elas serem mais confiáveis, os dados vão do transmissor ao receptor com menor número de perdas em comparação as redes sem fio. Porem as redes sem fio evoluíram bastante nos últimos tempos se tornando uma opção para as empresas, por terem implementação e manutenção mais barata que as redes cabeadas (Fagundes, 2016).

As redes WAN são utilizadas nas empresas através das provedoras de internet para comunicação entre matriz e filiais (Oliveira, 2014).

OBJETIVOS

Mostrar a quantidade de tipos de rede (LAN) em empresas entre os anos de 2005 a 2015 no Brasil.

MÉTODO

A pesquisa foi realizada utilizando o banco de dados do Cetic (http://www.cetic.br). Foram coletados dados de acordo com as seguintes etapas: A) Acessou-se o link www.cetic.br, e clicou-se na aba “Pesquisas e Indicadores”, depois clicou-se em “TIC Empresas”, depois clicou-se em “visualize os dados da pesquisa”, para melhor recolhimento dos dados optou-se pelo tipo de visualização “tabela”, o indicador utilizado foi “A3 – PROPORÇÃO DE EMPRESAS COM REDE (LAN, INTRANET E EXTRANET)” para os anos de 2005 a 2015.

A compilação dos dados foi feita dentro do aplicativo Exel, componente do pacote Office da Microsoft Corporation. A pesquisa bibliografia foi realizada em artigos científicos, utilizando-se para busca, computadores do laboratório de informática do Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Amapá, Campus Macapá, situado na: Rodovia BR 210 KM 3, s/n – Bairro Brasil Novo. CEP: 68.909-398, Macapá, Amapá, Brasil.

RESULTADOS

A figura 1 mostra a porcentagem do tipo de rede (LAN) em empresas no Brasil entre 2005 e 2015, indicando um aumento gradativo das redes sem fio, enquanto que as redes com fio mantiveram seus números sem muita variação.

Figure 1 - Porcentagem do tipo de rede (LAN) em empresas no Brasil entre 2005 e 2015.
Figure 1 – Porcentagem do tipo de rede (LAN) em empresas no Brasil entre 2005 e 2015.

A figura 2 mostra a porcentagem do tipo de rede (LAN) por porte da empresa no Brasil entre 2005 e 2015, indicando que as redes sem fio e com fio crescem conforme o porte da empresa.

Figura 2 - Porcentagem do tipo de rede (LAN) em empresas no Brasil entre 2005 e 2015.
Figura 2 – Porcentagem do tipo de rede (LAN) em empresas no Brasil entre 2005 e 2015.

A figura 3 mostra a porcentagem do tipo de rede (LAN) nas empresas da indústria de transformação (CNAE) no Brasil entre 2005 e 2015, indicando que as redes sem fio cresceram gradativamente, enquanto as redes com fio mantiveram seus números sem muita variação.

Figura 3 - Porcentagem do tipo de rede (LAN) das empresas da indústria de transformação (CNAE) no Brasil entre 2005 e 2015.
Figura 3 – Porcentagem do tipo de rede (LAN) das empresas da indústria de transformação (CNAE) no Brasil entre 2005 e 2015.

A figura 4 mostra a porcentagem do tipo de rede (LAN) nas empresas de construção (CNAE) no Brasil entre 2005 e 2015, indicando um aumento gradativo das redes sem fio enquanto as redes com fio mantiveram seus números sem muita variação.

Figure 4 - Porcentagem do tipo de rede (LAN) de empresas de construção (CNAE) no Brasil entre 2005 e 2015.
Figura 4 – Porcentagem do tipo de rede (LAN) de empresas de construção (CNAE) no Brasil entre 2005 e 2015.

DISCUSSÃO

O possível motivo para o aumento das redes (LAN) sem fio nas empresas (figura 1, figura 3 e figura 4) pode ser pela crescente evolução dos equipamentos sem fio melhorando a transmissão de dados diminuindo a interferência, as redes sem fio são mais baratas, fáceis para implementar, manter e expandir (Fagundes, 2016). Também a crescente disponibilidade para compra dos equipamentos, a disponibilidade de equipamentos que podem se conectar as redes sem fio como notebooks e smartphones (Carvalho, 2015). Além disso capacidade de mover os equipamentos sem que o acesso à rede seja perdido, o que se torna atrativo as empresas (Savoine et al., 2016).

Possivelmente o motivo para o crescimento das redes (LAN) conforme o porte da empresa (figura 2) se deve as empresas ultimamente estarem investindo bastante em tecnologias da informação, que são utilizadas para diminuir os custos, melhorar a produtividade, aumentar o desempenho, para competir com o as outras empresas e melhorar os negócios (Basso, 2015). As pequenas e médias empresas têm menos recursos, por isso investem menos nas áreas de tecnologia da informação (Verri et al., 2014).

CONCLUSÃO

Os avanços tecnológicos das redes sem fio parecem ter ocasionado mudanças nas redes (LAN) dentro das empresas conforme os anos. Anteriormente eram dominadas pelas redes cabeadas, atualmente as redes sem fio parecem ter se tornado cada vez mais usuais fazendo a atual equiparação entre as redes sem fio e com fio.

As empresas atualmente parecem investir em tecnologias da informação, porém a falta de recurso pelo tamanho da empresa parece limitar este investimento.

REFERÊNCIAS

Brasil, Secretaria de Educação de Pernambuco. Redes de Computadores, Pernambuco, 2013.

BASSO, S. M. IMPACTO DOS INVESTIMENTOS EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NAS VARIÁVEIS ESTRATÉGICAS ORGANIZACIONAIS E NO DESEMPENHO DE MICRO E PEQUENAS EMPRESAS (MPE). 2015. 100 f. Dissertação (Mestrado em Administração) Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Rio Grande do Sul.

CARVALHO, A. A. P. MÉTRICAS DE QOE/QOS DE VÍDEO EM REDES SEM FIO PARA AUXILIO AO PLANEJAMENTO DE AMBIENTES INDOOR UTILIZANDO UMA ABORDAGEM BAYESIANA. 2015. 75 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Eletrica) Universidade Federal do Pará, Pará.

DIAS, L. P. ASSIS, G. L. J. SANTOS, A. F. ASSIS, K. D. R. Redes Ópticas Passivas: Uma Nova Alternativa para as Redes Locais LAN. REVISTA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO. v. 7, n. 2, 2017.

FAGUNDES, F. D. FAGUNDES, L. P. CUNHA, M. J. SILVA, F. V. R. COMUNICAÇÃO ZIGBEE APLICADA EM UM SISTEMA DE CONTROLE. HOLOS. V. 1, 2016.

LOPES, G. V. De Fukuyama a Furukawa ou o Fim dos Fios? A importância estratégica do cabeamento estruturado para a segurança e a defesa cibernéticas no Brasil. Revista Política Hoje. v. 26, n. 1, p. 219-232, 2017.

NETO, A. F. FERREIRA, R. A. TOKUMITSU, T. MARTINS, H. P. Teste comparativo de uma rede local com Wi-Fi e a tecnologia Power Line Communication, Cadernos de Estudos Tecnológicos, v. 5, n. 1, 2017.

OLIVEIRA, B. G. METODOLOGIA DE OTIMIZAÇÃO DE REDES WAN E ANÁLISE DE IMPACTO EM GRANDES REDES. 2014. 72 f. trabalho de conclusão de curso (engenharia de computação) – Centro Universitário de Brasília, Brasília.

SAVOINE, M. M. NASCIMENTO, J. S. ROCHA, V. F. BEZERRA, C. A. C. Proposta de Uso de Métodos Ágeis no Gerenciamento e Implantação de Projeto de Redes sem Fio. Anais SULCOMP, v.8, 2016.

VERRI, F. EMERENCIANO, G. S. SOUZA, M. C. VASSOLER, N. F. A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS: um panorama geral do Vale do Ivaí. Anais CEAD & CIESTEC, 2014.

[1] Técnico em Redes de Computadores pelo Instituto Federal do Amapá – IFAP.

[2] Biomédica. Doutora em Doenças Tropicais. Docente e Pesquisadora da Universidade Federal do Amapá, AP. Pesquisador colaboradora do Núcleo de Medicina Tropical da UFPA (NMT-UFPA).

[3] Biólogo. Doutor em Medicina/Doenças Tropicais. Docente e Pesquisador na Universidade Federal do Pará – UFPA.

[4] Doutora em Psicanálise Clínica, Pesquisadora pelo Centro de Pesquisa e Estudos Avançados.

[5] Biólogo. Doutor em Teoria e Pesquisa do Comportamento. Docente e Pesquisador do Instituto Federal do Amapá – IFAP.

5/5 - (4 votes)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

DOWNLOAD PDF
RC: 12905
Pesquisar por categoria…
Este anúncio ajuda a manter a Educação gratuita
WeCreativez WhatsApp Support
Temos uma equipe de suporte avançado. Entre em contato conosco!
👋 Olá, Precisa de ajuda para enviar um Artigo Científico?