Dicas para apresentar seu artigo científico, monografia, TCC, dissertação ou tese

0

A postura em uma apresentaçãoA postura em uma apresentação

Quando você apresenta um artigo científico é necessário que algumas posturas e medidas sejam aderidas por você. Discutir sobre essas estratégias é o tema da nossa conversa de hoje, pois é uma questão bastante relevante para a sua formação enquanto pesquisador. É mais uma etapa relacionada à sua produção científica: apresentar o seu trabalho. Este processo não deve ser considerado como algo tortuoso, mas sim construtivo e necessário para a sua formação. É verdade que cada pessoa possui um modo de se comportar e falar em público, entretanto, no contexto acadêmico, algumas medidas e posturas devem ser consideradas para que o seu interlocutor consiga compreender, efetivamente, a sua proposta. Dificuldades em relação a como expressar suas ideias ao público podem se manifestar em maior ou menor grau, dessa forma, é seu papel pensar em quais medidas podem ser melhor aplicadas ao seu contexto.

Entenda o processo e tenha uma mente aberta

Muitas pessoas acabam por se sentirem desconfortáveis neste processo de apresentação do trabalho, algumas delas, inclusive, entram em estado de pânico. É importante que você relaxe e entenda que é um processo indispensável para a pesquisa, tenha uma mente aberta e aprenda com as críticas e sugestões apontadas por outros pesquisadores a você. Em relação à maneira como você deve se portar nessas situações é um processo igualmente natural que você aprende com o tempo, conforme for apresentando novos trabalhos. É dessa forma que a experiência é adquirida e o temor, o desespero e a frustração desaparecem de forma gradativa. São muitas as estratégias para se apresentar um trabalho. Há quem pense, por exemplo, que é necessário captar a atenção da plateia, ou seja, acreditam que é a interação que faz com que o trabalho seja apresentado com qualidade. Seja você mesmo e jamais se comporte de acordo com a forma que imagina que a plateia espera ou pensa acerca de sua postura. Mostre quem é você e a que veio, sem artificialismos.

Outros pontos que precisam ser considerados

Entretanto, há outros pontos fundamentais que precisam ser igualmente considerados, dentre eles está a necessidade mostrar ao público que você se sente familiarizado com o assunto a eles apresentado, ou seja, é necessário demonstrar domínio acerca do que fala para que a atenção seja efetivamente captada. É importante, ainda, estar preparado para possíveis questionamentos, tanto para aqueles advindos de terceiros quanto aqueles oriundos da própria banca. Outro aspecto importante é o uso de recursos audiovisuais. É sabido que eles captam a atenção das pessoas ao mesmo tempo que conseguem manter a dinâmica da apresentação e evita que a monotonia paire sobre o ambiente. Funcionam, também, como um roteiro, pois direciona as ideias abordadas para uma hipótese. No caso dos slides, por exemplo, o ideal é que sejam constituídos de textos curtos, utilizados somente no intuito de fazer referências à ideia principal, haja vista que as secundárias certamente serão por você ressaltadas.

O que é uma apresentação?O que é uma apresentação?

Tanto em uma apresentação sobre um artigo científico quanto em uma de Trabalho de Conclusão de Curso, Monografia, Dissertação, Tese, dentre outros terão o mesmo critério de apresentação. Essa apresentação será, sempre, direcionada a uma banca, ou seja, a um colegiado que irá analisar a qualidade da sua defesa em relação a um determinado assunto que você propôs como investigação. As pessoas envolvidas nessa avaliação sempre terão um título superior ao seu. Por exemplo, se for graduação, a banca poderá ser composta por Mestres. Se for uma defesa de Mestrado podem ser Mestres e Doutores e se for uma defesa de Doutorado apenas Doutores poderão avaliar o seu trabalho. Assim, a apresentação pode ser entendida como o momento de defesa de um determinado material produzido por você, podendo ser qualquer um dos citados acima.

Depósito do trabalho

Geralmente, sobretudo nos casos de defesas de Mestrado e Doutorado, os programas pediram para que os alunos depositem o seu material. O depósito deve ser feito alguns dias antes. O prazo, no entanto, varia de instituição para instituição. Usualmente, pede-se para que o material seja depositado quinze dias antes, porém, existem aquelas que exigem que os trabalhos sejam depositados vinte ou trinta dias antes. Essa divergência ocorre porque é necessário que esses professores que irão te avaliar já tenham lido o seu material, dessa forma, os programas de pós-graduação pedem para que os alunos depositem os seus trabalhos respeitando os prazos estabelecidos por aquela universidade. Assim, é necessário que você saiba que quando esses professores chegam para te avaliar, eles já possuem uma noção prévia acerca do que você irá apresentar, ou seja, defender para obter a titulação pretendida.

Cuidados necessários para elaborar slidesCuidados necessários para elaborar slides

Assim, como uma das dicas, devemos falar a você que colocar um monte de textos no slide não é uma estratégia interessante pois a sua banca já conhece o assunto que irá defender, logo, é necessário que a atenção dos avaliadores seja captada de outras formas, assim torna-se essencial que você enxugue ao máximo o texto da sua apresentação, pois, muito provavelmente, esses professores estarão com os exemplares do seu trabalho e podem consultá-lo a qualquer momento conforme você defende a pesquisa. O objetivo da apresentação é defender uma ideia, assim, usar muitos textos no slide não é uma estratégia indispensável pois os professores já conhecem o seu trabalho, pois deverão ir até a banca conhecendo o seu objeto de estudo e com a leitura do texto. Como eles já possuem esse conhecimento prévio acerca do seu trabalho, dificilmente eles irão absorver mais coisas fornecidas a partir de textos e citações diversas, visto que o conhecimento necessário para arguir o seu trabalho já foi absorvido.

O que a banca espera em uma apresentação

Em uma defesa, é muito comum que a sua banca queira saber se está claro para você, enquanto pesquisador e acadêmico, algumas coisas, como se você tem um objetivo, um título adequado a essa objetivo, se esses objetivos respondem a uma problemática de pesquisa que deve ser, de alguma forma, relevante para com as demandas sociais, se há uma justificativa coerente para adotar esse problemática de pesquisa como objeto de investigação, quais os métodos utilizados para refletir sobre esse fenômeno de relevância social e, por fim, desejam saber quais foram os principais resultados que podem ser mostrados a partir de uma breve análise na sua apresentação. Respondendo a essas perguntas com certeza você conseguirá captar a atenção da sua banca, e, assim, ter o seu trabalho aprovado. O restante das informações torna-se dispensável pois esses professores já conhecem o seu trabalho.

Como administrar o tempo em uma apresentação?Como administrar o tempo em uma apresentação?

Em alguns casos, quando a instituição fornece um tempo maior para produção e execução da defesa, você poderá falar, de forma mais detalhada, sobre a fundamentação teórica que dá forma ao seu trabalho. Agora você pode nos perguntar: mas como eu sei que posso ou não falar mais detalhadamente sobre algum aspecto do trabalho? Geralmente, as universidades possuem uma indicação de modelo de apresentação. Por exemplo, essa instituição pode prever que o aluno possui quinze minutos para apresentar a sua defesa. É pouco tempo para você abordar tudo que compõem o seu trabalho de forma detalhada, então é necessário que sua apresentação a este tempo previsto pela sua universidade. Nesse sentido, os seus slides precisam ser bastante objetivos e devem conduzir, a todo momento, a sua apresentação, para que você consiga atender a todas as questões colocadas (objetivos, pergunta problema, hipótese, metodologia, resultados) dentro do tempo disponível para a arguição.

Estratégias para a apresentaçãoEstratégias para a apresentação

Se você é uma pessoa que fica muito nervosa ao falar em público, será necessário que você consiga abordar cerca de dois a três slides por minuto para que não fique faltando nenhuma etapa importante da sua pesquisa no momento em que for mostrar o seu domínio acerca do assunto para a banca. Tente manter-se focado nos slides e não encarar muito esses professores, pois eles podem te desestabilizar de alguma forma e fazer com que você se perca ao defender as ideias. É uma estratégia que recomendamos para aquelas pessoas que não se sentem confortáveis para falar em público. É muito comum que esse perfil de aluno, por vezes, acaba ficando tão nervoso que acaba se desconcentrando, e, assim, acaba se perdendo ao defender as ideias e elas podem soar confusas para os professores. Evite olhar para esses avaliadores, atenha-se aos slides e tente abordar entre dois e três por minuto.

Lidando com a pressão

Entretanto, se você é uma pessoa que lida melhor com a pressão, é interessante que você use a espontaneidade ao seu favor, converse e interaja com a banca e utilize a menor quantidade de texto possível em seus slides. Tente abordar cada ideia mais rapidamente para ir conversando, ao mesmo tempo, com esses professores. Recomendamos, para esse perfil de aluno, que coloque apenas tópicos nesses slides, pois caso percam a linha de raciocínio se lembrarão, facilmente, sobre o que estavam falando. Colocar textos é uma estratégia falha pois além de tornar a sua apresentação cansativa, a banca já terá lido, previamente, o seu trabalho. Ao colocar tópicos você conseguirá mostrar, de forma mais espontânea, o seu domínio em relação ao assunto que defende, tornando, dessa forma, a apresentação mais atrativa e menos cansativa para todos que estão assistindo.

A importância de controlar o tempo

Para finalizar gostaríamos de retomar a importância de se controlar bem o tempo.  Dentro do limite concedido a você para apresentar e defender o tempo será necessário que, tanto em sua fala quanto em seus slides, independente do seu perfil de aluno (mais tímido ou mais espontâneo), será essencial trazer apenas o que é realmente importante, pois você deverá partir do pressuposto de que a banca já leu, logo, conhece o seu trabalho, o que torna dispensável a inserção de muitos textos em seu material audiovisual. Elementos importantes que não podem faltar tanto em sua fala quanto em seu material escrito: objetivos bem delimitados; a problemática de pesquisa relacionada à relevância social; a justificativa para investigar esse e não outro tema igualmente importante e necessário; a metodologia, ou seja, os passos seguidos pela pesquisa e os principais resultados.

Lembre-se, sempre, cada instituição possui as suas próprias especificidades tanto quanto ao tempo disponível para a apresentação quanto para a organização do texto, seja o trabalho ou os próprios slides, leia, sempre, as diretrizes e normas da sua universidade antes de produzir e executar qualquer tipo de trabalho para evitar experiências de pesquisa desagradáveis. Caso haja tempo ou a instituição, de alguma forma, exija, considerações sobre a sua fundamentação teórica devem fazer parte da sua apresentação oral assim como nos slides, para que as pessoas saibam quais são os autores que baseiam a sua investigação. Você não precisa, necessariamente, colocar todos os autores utilizados, mas os principais e/ou mais recorrentes precisam aparecer tanto em seu texto quanto em sua fala. Caso não seja um processo obrigatório, você deverá abordar apenas se lhe sobrar tempo. O que precisa ficar claro, a todo momento, são os seus objetivos, o seu problema de pesquisa, a relevância e a justificativa social, a metodologia e os principais resultados ao fim da investigação e como esses podem contribuir, efetivamente, para com a sociedade.

Como publicar Artigo Científico

Dúvidas? Sugestões? Deixe seu Comentário!

Digite seu comentário!
Informe seu Nome aqui